Ao lançar livro sobre sessões temáticas Renan afirma que Reforma Política será prioridade em 2014

Secretário executivo do CONASS, Jurandi Frutuoso, participou do lançamento

Na cerimônia de lançamento da obra Coleção Sessões Temáticas – Reforma Política, Financiamento da Saúde e Pacto Federativo, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que uma das prioridades em 2014, “ano encurtado pelas eleições, deve ser uma Reforma Política orgânica, harmônica e que elimine, definitivamente, o peso do poder econômico no processo eleitoral.”

Renan Calheiros afirmou que considera “acertada e ainda válida a iniciativa da presidente Dilma Rousseff de realizar esta reforma por meio da consulta popular, seja por plebiscito ou referendo.” Ele argumentou que a consulta popular é necessária por que depois de tantas tentativas ficou claro que o Congresso, sozinho, é incapaz de realizar a reforma política.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), destacou que, entre as principais decisões dos senadores, em 2013, estão o fim do voto secreto em cassações e vetos presidenciais, a ficha limpa para servidores públicos, e a definição da corrupção como crime hediondo.

“O ano de 2013 ficará marcado na história do Parlamento Brasileiro”, disse Renan Calheiros. “A instituição se afirmou e apresentou respostas concretas em um dos períodos mais delicados do País.”

A política de racionalização e austeridade que implicou em profundo corte de gastos e mudança na cultura administrativa da Casa foi também citada presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). “Contratos foram extintos e revistos, estruturas administrativas foram fundidas, privilégios foram eliminados e cargos comissionados foram cortados. A redução diminuiu os gastos com pessoal, custeio e investimentos, mostrando que é possível fazer mais com menos,” registrou Renan Calheiros.

No lançamento do livro no qual é publicada a transcrição integral dos debates realizados durante as sessões temáticas, Renan explicou:

“No ano de 2013 realizamos três sessões temáticas: a da reforma política com a ilustre presença da ministra Carmem Lúcia, presidente do TSE; outra sobre as fontes de financiamento para a saúde pública, que contou com a participação dos ministros Alexandre Padilha, da Saúde, e Miriam Belchior, do Planejamento e; por último, o debate sobre a necessidade de um novo pacto federativo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega e alguns governadores.”

Matéria extraída do portal do Senado Federal – www.senado.gov.br

Foto: Jane Araújo

<-Voltar