Após solicitação do Piauí, secretários de saúde do Nordeste se reúnem em Fortaleza

Eles vão tratar da situação da seca no Nordeste e as repercussões para o setor de saúde

SES/PI

Os secretários de estado da Saúde da região Nordeste vão se reunir em Fortaleza, Ceará, no dia 12 de abril. O encontro, acordado a pedido do Piauí na última assembleia Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), vai discutir a situação da seca no Nordeste e as repercussões para o setor de saúde, a judicialização da saúde e a condução de cada estado; a assistência farmacêutica e o mercado da indústria farmacêutica estabelecido no Nordeste.

“A partir desse encontro vamos nos reunir mensalmente para discutirmos a saúde de nossa região, uma das mais afetadas com as mudanças climáticas”, disse o secretário Ernani Maia, que durante a assembleia do Conass foi eleito suplente da Comissão Fiscal da nova diretoria do conselho.

Segundo a publicação Mudanças Climáticas, Migrações e Saúde, o Nordeste do Brasil pode se transformar em um ambiente semelhante a um deserto: mais seco, com solos mais pobres, vegetação com menor diversidade biológica e alguns lugares inabitáveis. Sendo assim, pode haver uma redução de até 70% na recarga dos aquíferos dessa região, onde vivem cerca de 20 milhões de pessoas. “Precisamos olhar para os efeitos da natureza que estão por vir e que, com certeza, influenciarão na nossa saúde”, ressalta Ernani Maia.

CONASS – Durante a assembleia realizada no dia 20, Wilson Duarte Alecrim foi reeleito presidente do Conselho. A escolha do secretário de Estado da Saúde do Amazonas foi decisão unânime da Assembleia. Além do presidente, a diretoria é composta por cinco vice-presidentes regionais, pela Comissão Fiscal e por representantes na Hemobrás, Anvisa e ANS. A diretoria atua juntos aos demais secretários de Saúde na articulação técnica e política do que concerne à gestão do Sistema Único de Saúde (SUS).

<-Voltar