Chá deve ser usado com orientação médica

Normalmente utilizadas como chá, as plantas medicinais são usadas pelas pessoas como remédios para auxiliar nos problemas de saúde como enjoos, irritações e inchaços. Entre as principais plantas estão a camomila, o boldo-do-chile, o alecrim, o alho e a erva-cidreira. No entanto tomar chá para aliviar sintomas deve ter orientação médica.

A consultora de marketing de uma empresa de telefonia celular Cristina Carvalho diz que toma chá há mais de 20 anos, quatro vezes por dia, e fala sobre os efeitos positivos da bebida. ”Os chás que eu costumo tomar são os de cavalinha. Tem uma receitinha que eu tenho que é o chá de hibisco: cravo, canela e casca de limão. Camomila com capim cidreira, espinheira santa. No caso de cavalinha e espinheira santa eu tomei por uma questão terapêutica mesmo. A espinheira santa, que eu tomo por uma questão de gastrite que eu tenho, tem me ajudado muito. Eu sinto muita diferença para a questão de acidez no estômago e o de cavalinha para combater o inchaço”.

Para a consultora técnica do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos, Katia Torres, tomar chá para reduzir sintomas de doenças, como a gastrite, não é recomendado. “Ele deve ser utilizada por curtos períodos, por exemplo, por uma semana para algumas indicações, para reduzir alguns sintomas e deve preferencialmente ser indicado por um prescritor que tenha habilitação, que tenha conhecimento em fitoterapia para poder fazer essa prescrição adequada”.

Katia Torres comenta ainda que quando usado de forma errada, o chá pode causar consequências no corpo. A consultora lembra que esses medicamentos devem seguir como qualquer outro remédio todas as normas sanitárias e os cuidados para o seu uso, e devem possuir registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ouça a matéria da Web Rádio Saúde

Foto: Internet

Fonte: Alexandre Penido / Web Rádio Saúde

<-Voltar