CI n.82 – I Seminário Internacional sobre potencialidades e inovações nos processos de trabalho em saúde

 

APRESENTAÇÃO

A temática central do 1º Seminário Internacional sobre potencialidades e inovações nos processos de trabalho em saúde pretende promover a reflexão sobre os desafios nacionais e internacionais presentes nos processos de trabalho em saúde. O debate acontece num contexto da complexidade do objeto saúde-doença-cuidado, no cenário da globalização, que aponta para desafios relacionados às necessidades de integração das diversas profissões no que se refere aos processos de trabalho, à formação em saúde, à incorporação de novas tecnologias, saberes, práticas e às formas de inserção profissional no cotidiano de trabalho em saúde, nos diversos níveis de complexidade dos Sistemas de Saúde.

O evento tem por finalidade construir um espaço de debate e troca de experiências de referenciais teórico-metodológicos em curso que contribuam para a inovação na gestão do trabalho em saúde, agregando pesquisadores, coletivos de trabalhadores em saúde e estudantes interessados em ampliar a discussão sobre o trabalho em saúde. O Seminário busca ainda fortalecer a criação de uma rede de pesquisas sobre o trabalho em saúde e a formação de parcerias para desenvolvimento de estudos comparados em âmbito nacional e internacional.

As transformações da sociedade contemporânea decorrentes da organização capitalista de produção exigem um repensar de novas abordagens, métodos e técnicas que caminhem em consonância com a elaboração de uma agenda pertinente na produção do cuidado em saúde e que vise, ao mesmo tempo, investir na qualificação dos trabalhadores e nas condições de trabalho e que seja capaz de criar e implementar novas tecnologias de defesa da vida e da cidadania. A proposta temática do evento vem propiciar o debate e o intercâmbio cientifico de temas relativos ao trabalho em saúde e às relações dos trabalhadores com a organização do sistema de saúde, de forma a produzir qualidade e dignidade de vida para trabalhadores e população.

EIXOS TEMÁTICOS

1 – Estudos e inovações tecnológicas sobre trabalho em saúde
1.1- análise da eficácia e efetividade do trabalho em saúde, análise das condições reais do trabalho dos profissionais de saúde
1.2 – integração dos profissionais de saúde e do trabalho nos diferentes níveis do sistema de saúde
1.3 – relação do desempenho do trabalhador com as organizações de saúde, qualidade de vida no trabalho e trabalho em equipe
1.4 – novos paradigmas de organização da produção do cuidado em saúde e experiencias inovadoras para transformação do trabalho em saúde
1.5 – coletivos de trabalho: a interdisciplinaridade e intersetorialidade em questão

2 – Formação de profissionais para o sistema de saúde
2.1 – programas de formação, capacitação e educação permanente para os níveis do sistema de saúde
2.2 – investigação da formação na graduação e pós-graduação de profissionais de saúde
2.3 – a produção de subjetividade e a qualificação dos trabalhadores de saúde
2.4 – uso das tecnologias de informação e comunicação (tics) na formação de profissionais para o sistema de saúde e atenção primária

3 – Gestão do processo de trabalho em saúde
3.1 – inclusão e integração social dos trabalhadores no processo do trabalho coletivo em saúde
3.2 – estratégias de gestão participativa no trabalho em saúde: gestores, trabalhadores e usuários
3.3 – micropolítica e macropolítica do cuidado em saúde: itinerários do trabalho
3.4 – a responsabilidade do sistema de saúde na qualidade de vida dos trabalhadores e da população
3.5 – a organização e a participação dos trabalhadores da saúde e dos movimentos sociais na formulação de uma agenda política efetiva e cidadã em saúde.

Acesse aqui para mais informações.

<-Voltar