CNS alerta para ameaça da PEC 241 ao SUS e convoca a sociedade a se mobilizar contra a proposta

coletiva_cnsO Conselho Nacional de Saúde (CNS) convocou na tarde desta quarta-feira (05), entrevista coletiva para falar sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n. 241/16. Ontem, o relator da PEC que trata dos gastos públicos da União pelos próximos 20 anos, deputado federal Darcísio Perondi (PMDB/RS), apresentou parecer que prevê para a saúde em 2017 o percentual de 15% da Receita Corrente Líquida.

No entanto, para o presidente do CNS, Ronald dos Santos, a PEC ainda é uma ameaça ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante a coletiva, ele ressaltou que a sociedade precisa se mobilizar contra a proposta que segundo afirmou, se aprovada, colocará em risco o sistema de saúde brasileiro. “Em 20 anos teremos um aumento expressivo da população, além da mudança no perfil demográfico do país com o aumento da expectativa de vida, o que vai impactar significativamente na necessidade de investimentos em saúde. Se essa PEC passar, veremos diminuir os serviços de saúde como as cirurgias oncológicas, os atendimentos do SAMU, a assistência prestada pelas Equipes de Saúde da Família, os transplantes etc.”, alertou.

 

<-Voltar