SES, CONASS e Opas promovem seminários internacionais sobre Atenção às Condições Crônicas

Cerca de 250 profissionais e estudiosos da atenção à saúde são esperados em dois seminários que a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), promovem nos dias 11 e 12 de novembro na Associação Médica de Minas Gerais.

O primeiro Seminário Internacional de Atenção às Condições Crônicas, que acontece no dia 11, terá palestras e mesas redondas que vão abordar experiências e desafios da assistência a doenças como hipertensão e diabetes, que acometem uma parcela crescente da população a cada ano em todo o mundo. Serão debatidas as experiências de Brasil, Canadá, Cuba e Chile no enfrentamento e implantação de políticas de atenção às doenças crônicas.

A conferência de abertura será ministrada pelo Diretor do Instituto Vasco de Inovação Sanitária, Roberto Nuño Solinis, que fala sobre “o desafio das condições crônicas e como respondê-lo: análise numa perspectiva internacional”.

No dia 12, os participantes acompanham o III Seminário do Laboratório de Inovação das Condições Crônicas de Santo Antônio do Monte que também conta com palestras e troca de experiências na atenção às doenças crônicas. Entre os temas a serem abordados estão as novas tecnologias utilizadas no atendimento às doenças crônicas e a organização da assistência nos níveis primário e ambulatorial.

Os seminários serão um rico espaço de troca de experiências e conhecimento entre os profissionais das diferentes nacionalidades, com debates sobre os principais desafios e as inovações que chegam para saná-los.

Laboratório de Inovação das Condições Crônicas

O Laboratório de Inovação das Condições Crônicas (LIACC) é fruto de uma parceria entre a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e a Prefeitura de Santo Antônio do Monte. As pesquisas e ações desenvolvidas pelo laboratório são referência nacional em experiências e integração da Atenção Primária com a Atenção Secundária e Vigilância em Saúde.

O LIACC é definido como espaço de produção e disseminação de conhecimentos relativos aos cuidados das condições crônicas pelas equipes de Atenção Primária de Saúde (APS). Nesse espaço são desenvolvidas e testadas soluções práticas e inovadoras, como novos instrumentos para o cuidado, a gestão da clínica, a gestão do caso, aplicados pelas equipes multiprofissionais de APS no manejo das condições crônicas.

 

_ _
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Saúde – MG
(31) 3916-0617* 3916-0613* 3916-0616* 3916-0615
www.saude.mg.gov.br

jornalismo@saude.mg.gov.br

<-Voltar