Doadores de sangue recebem homenagens por salvar vidas

banner_doe_chance_doe_sangueProcedimento que todos os dias salva vidas nas emergências e centros cirúrgicos dos hospitais só é realizado porque alguém lá fora fez da doação de sangue um gesto voluntário de solidariedade. São anônimos saudáveis que se deixam sensibilizar com a necessidade do outro – que pode muito bem estar ali, ao seu lado – na eventualidade de uma emergência médica, de uma cirurgia, de uma doença. Não é um gesto pequeno. Uma doação pode salvar até três vidas, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O sangue e os componentes sanguíneos são imprescindíveis para ajudar as pessoas a sobreviver a condições graves de saúde, procedimentos médicos e cirúrgicos complexos, partos e lesões causadas por acidentes e desastres.

Todos os anos, o 14 de junho rende homenagens a esse anônimo saudável, no Dia Mundial do Doador de Sangue, protagonista de tantas histórias de vidas salvas por uma solidariedade voluntária. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, 1,8% da população brasileira doa sangue e, desses, mais de 50% são voluntários – os outros 50% são originários de doadores de reposição, normalmente pessoas que doam sangue em caráter de emergência quando um familiar ou amigo necessita. Entre 2013 e 2014, houve aumento de 5% na coleta de bolsas de sangue no país, passando de 3,5 milhões para 3,7 milhões. Ainda assim, é preciso sensibilizar e fidelizar novos doadores.

Pesquisas mostram que um estoque adequado e confiável de sangue seguro só pode ser garantido mediante doadores de sangue voluntários e regulares, conforme registra a Organização Mundial de Saúde (OMS). Estima-se que ao menos 2% da população deveria doar sangue de maneira regular para cobrir as necessidades de sangue e outros componentes sanguíneos.Com o objetivo de motivar os doadores habituais a seguirem doando sangue e encorajar que as pessoas que gozam de boa saúde e nunca doaram – em especial os jovens – comecem a fazê-lo, a Assembleia Mundial da Saúde instituiu em 2004 o Dia Mundial do Doador de Sangue. A campanha deste ano chama a atenção sobre a importância dos sistemas de doação voluntária como forma de fomentar o cuidado ao próximo e a coesão comunitária.

No Ceará, cerca de 80% dos voluntários do Hemoce são doadores de sangue espontâneos, aqueles que doam com frequência sem se importar com quem vai receber o sangue. “A gente precisa lembrar que todos os dias existem pessoas que precisam de transfusão de sangue e que dependem da boa vontade dos doadores, por isso é importante manter a doação como uma atividade regular, pois não existe substituto para o sangue”, ressalta a diretora-geral do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), Luciana Carlos. Para incentivar o gesto voluntário e espontâneo, o Hemoce, da rede pública do Governo do Estado, lançará a campanha “Doe Chances, Doe Sangue”, no shopping Riomar, às 19 horas, desta terça-feira, 14, para despertar o interesse da população em ajudar ao próximo doando sangue com uma única finalidade: salvar vidas.

O sangue inteiro ou outros componentes sanguíneos, como células vermelhas, plaquetas, plasma, podem ser usados para tratar diversas doenças, entre elas a Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que necessitam de transfusão frequentemente. O sangue também é essencial em cirurgias eletivas e situações de emergência, como acidentes, conflitos, catástrofes naturais e partos. Para ser um doador de sangue, é necessário estar saudável, bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos e possuir mais de 50 kg. Os menores de idade devem apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsável legal e anexar a cópia de documento oficial com foto do representante legal. O termo de consentimento está disponível no site www.hemoce.ce.gov.br.

Nesta terça-feira, 14 de junho, o Hemoce abre uma nova unidade para coleta de sangue no Shopping RioMar. Para celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue, a unidade terá uma programação diferenciada a partir das 13 horas.  A programação inclui uma série de atividades. Quem passar pela loja do Hemoce vai participar de sessão de bem-estar durante toda à tarde da terça-feira. Das 17 horas às 18h30min, o movimento #plantandobem distribuirá mudas de plantas para quem passar pelo posto de coleta. A partir das 19 horas será realizada a solenidade de abertura da unidade. A loja adaptada para receber os doadores de sangue e cadastrar doadores de medula óssea funcionará até o dia 14 de agosto, das 13 às 21 horas de segunda a sábado, e das 14 às 20 horas, aos domingos, no piso L2, próximo à praça de eventos 2 do RioMar.

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

<-Voltar