Em iniciativa pioneira, Distrito Federal e Goiás assinam termo de cooperação técnica interfederativa

Da esquerda para a direita: Ricardo Tavares, secretário-adjunto de Assistência à Saúde da SES/DF, Ismael Alexandrino Júnior, secretário estadual de saúde de Goiás e Francisco Araújo Filho, secretário estadual de saúde do DF



Além de medidas para regulação de acesso à assistência entre as duas secretarias, o termo também estabelece ações conjuntas de enfrentamento da pandemia de covid-19

Em uma iniciativa inédita no país, as Secretarias  Estaduais de Saúde do Distrito Federal e de Goiás, assinaram nesta sexta-feira, na sede do Conass, um Termo de Cooperação Técnica Interfederativa que prevê, entre outras medidas, a racionalização das ações conjuntas de enfrentamento da pandemia de covid-19, no âmbito da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (Ride).

Francisco Araujo Filho (SES/DF) e Ismael Alexandrino Júnior (SES/GO) assinam Termo de Cooperação Técnica Interfederativa

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, explicou que há muito tempo existe o anseio por esta cooperação que irá regular o acesso dos cidadãos aos serviços de saúde respeitando os princípios do SUS da universalidade e da integralidade, além de um melhor planejamento e execução das atividades. “Isso será muito importante, principalmente neste momento de enfrentamento da Covid-19 com ações conjuntas entre os dois entes”, disse o secretário ressaltando ainda, que as ações não serão restritas apenas ao período de pandemia. “Os hospitais que o Distrito Federal dispõe e os hospitais que o Goiás está estruturando no entorno do DF continuarão a serviço da população que mora nesta área e no DF”.

Ele pontuou que a cooperação entre as secretarias é um grande avanço onde dois estados dão as mãos ao entender que as fronteiras do mapa não são as fronteiras que regulamentam o Sistema Único de Saúde.

Dentre as ações coordenadas para o enfrentamento do novo coronavírus, o termo estabelece a testagem, o tratamento e a adoção de medidas de controle sanitário de combate ao vírus. Com isso, as secretarias pretendem promover o acesso qualificado e oportuno de pacientes ao Sistema Único de Saúde em Goiás e no Distrito Federal, de maneira coordenada, por meio das Centrais de Regulação dos respectivos Complexos Reguladores Estaduais de cada ente.

Para o secretário de Estado da Saúde do Distrito Federal, Francisco Araujo Filho a assinatura do termo é um momento simbólico para o SUS e dará mais segurança para a população do entorno ao garantir seu direito de acesso aos serviços de saúde no Distrito Federal, principalmente neste momento de pandemia. “Essa formatação que fizemos trará mais dignidade ao cidadão do entorno que precisa do sistema de saúde do Distrito Federal”, observou.

 

Ascom Conass

ascom@conass.org.br

(610 3222-3000

<-Voltar