Enfrentamento às Infecções Sexualmente Transmissíveis ganha força

Enfrentamento às Infecções Sexualmente Transmissíveis-1O Programa Estadual de IST/Aids promoveu uma palestra informativa  para os conscritos  do Exército, no 28º Batalhão de Caçadores. A ação resultou em uma importante parceria através da qual serão disponibilizados preservativos de forma permanente no próprio batalhão. 

A parceria prevê, ainda, o compartilhamento das campanhas de enfrentamento às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).  

“Mensalmente enviaremos os preservativos, gel lubrificante e todas as campanhas educativas que forem realizadas pela Secretaria de Estado da Saúde para o comando militar, através do setor de saúde para a divulgação principalmente junto aos militares mais jovens”, conta o gerente do Programa Estadual IST/Aids, Almir Santana. 

A ação reuniu 150 militares e contou com a presença do comandante e subcomandante do Exército. No segundo semestre uma nova palestra será realizada no 28º Batalhão de Caçadores, com o objetivo de contemplar os militares mais graduados. 

Prevenção nas escolas 

O Programa Estadual IST/Aids integrou a programação da oficina estadual de atualização do Programa de Saúde Escolar (PSE), realizada na última terça-feira, 14. A reunião envolveu gestores escolares de todo o estado, que foram alertados para necessidade de implantar ações de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis.   

“Houve um relaxamento na realização de ações preventivas nas escolas. Então, pedimos um maior empenho dos gestores porque a gravidez na adolescência está acontecendo e o HIV está atingindo jovens. O objetivos desse momento é justamente motivar gestores das escolas estaduais para retomar os trabalhos de conscientização, principalmente em relação à prevenção da Aids”, ressalta Almir Santana. 

De acordo com o médico, a Aids está cada vez mais presente nas escolas. Esse fato gera um alerta para que o assunto seja abordado e ações sejam desenvolvidas durante o ano letivo. 

Entre as sugestões compartilhadas pelo gerente do Programa Estadual IST/Aids, estão: envolver os professores das diversas disciplinas nas ações; criar uma semana da saúde, para abordar infecções sexualmente transmissíveis; promover a retomada dos cantinhos da prevenção (espaço, na escola, para disponibilizar material educativo e preservativos); envolver a comunidade escolar, inclusive os pais. 

Teste rápido 

A Unidade Móvel Fique Sabendo levou testes rápidos de HIV e Sífilis para o parque Augusto Franco (Sementeira) esta semana. A ação teve como público alvo os funcionários da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e funcionários do parque. 

Foram realizados 91 testes, sendo contabilizados 9 reagentes para Sífilis e nenhum para HIV. Na ocasião também foram distribuídos preservativos, além de material informativo. 

A iniciativa leva orientação ao público e promove conscientização quanto a prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). 

<-Voltar