“Estamos vivendo uma 2ª onda de Covid-19 no Brasil?”, questiona live do CNS que ocorrerá próxima quarta, 9/12


No momento em que o país flexibilizou as medidas de distanciamento social, ainda com a pandemia em curso, debatedores analisarão risco de agravamento da situação no país

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) coloca em debate a possibilidade de 2ª onda de Covid-19 no Brasil, frente à manutenção da alta taxa de mortalidade no país devido à pandemia e negligência do Estado. Para discutir o assunto, especialistas vão trazer dados e análises sobre a situação atual no dia 9 de dezembro, às 17h. A live organizada pelo Comitê de Acompanhamento à Covid-19, do CNS, será aberta ao público, via Facebook e Youtube do Conselho.

Segundo dados da Universidade John Hopkins, no mês de novembro, o mundo chegou ao número inédito de 11 mil mortes diárias causadas pela covid-19. A situação da Covid-19 voltou a se agravar na Europa e nos Estados Unidos, com aumento de infectados, hospitais próximos do limite de capacidade de atendimento e retorno aos toques de recolher e lockdowns.

O Brasil, com mais de 6 milhões de casos e de 170 mil mortes até então, passou por um pico nos meses de julho a setembro e posteriormente experimentou uma queda no número de casos novos por semana. No entanto, estudos apontam piora da situação no mês de novembro com o início de um crescimento de casos evidente em quase todos os estados, de forma particularmente preocupante nas regiões mais populosas do país.

No momento em que o país flexibilizou as medidas de distanciamento social com a reabertura do comércio, de bares e restaurantes, academias de ginástica, do uso das praias, retorno às aulas presenciais, o CNS traz à tona a discussão. Além disso, aproximam-se as festas de final de ano e as férias de verão. Por isso, o controle social na saúde questiona os debatedores se o Sistema Único de Saúde (SUS) está preparado para a possibilidade de segunda onda de Covid-19 ou se o Brasil já vive esse momento de segunda onda.

Convidados

Participarão das discussões Júlio Croda, médico especialista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; Bernadete Peres, médica sanitarista, docente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco); e Leonardo Vilela, representante do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O conselheiro nacional de saúde Arthur Custódio, do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e coordenador da Comissão Intersetorial de Vigilância em Saúde (Civs/CNS) vai mediar o debate. Também participarão conselheiros representantes do segmento de trabalhadores(as), do segmento de gestores(as) e prestadores(as); e do segmento de usuário(as) do SUS.

Mais informações 

O quê: Live do CNS “Estamos vivendo uma 2ª onda de Covid-19 no Brasil?”

Quando: Quarta, 9 de dezembro, às 17h

Como: Via Facebook e Youtube do CNS

Fonte: Ascom CNS

<-Voltar