GDF estende suspensão de atividades a shoppings, boates, parques e zoológico

Foto: Geovana Albuquerque

Medida vale para os próximos 15 dias e objetiva evitar a disseminação do vírus

O atendimento ao público em shoppings centers, feiras populares e clubes recreativos ficará suspenso pelos próximos 15 dias. A determinação consta no Decreto 40.529, publicado em edição extra do Diário Oficial desta quarta-feira (18). O documento pede, ainda, o fechamento do zoológico, parques, boates e casas noturnas.

As alterações foram anunciadas durante entrevista coletiva realizada, virtualmente, nesta quarta-feira, quando o secretário de Saúde, Francisco Araújo, acompanhado do secretário adjunto de Assistência, Ricardo Tavares, e do sanitarista Eduardo Hage, além do vice-presidente do IgesDF, Sérgio Costa, falaram sobre as ações desenvolvidas pelo governo na prevenção e combate ao coronavírus.

“Temos trabalhado de modo a andar na frente do problema. Por isso, estamos buscando disponibilizar mais 90 leitos de UTI, sendo 60 no Hospital Regional de Santa Maria, outros 15 no Hospital Regional de Taguatinga e mais 15 no Hran. Também estamos em uma interface com o Hospital da Polícia Militar e fizemos uma visita a um hospital de Águas Claras para contratar mais leitos”, ressaltou Francisco Araújo.

Ele destaca que isso é para que a pasta mantenha a rotina normal de atendimento à saúde e reforce a rede, para caso ocorra algum pico do coronavírus no Distrito Federal, a cidade esteja preparada.

TESTES – Segundo Ricardo Tavares, a Secretaria de Saúde ainda tem testes de coronavírus em estoque. “Estamos fazendo a importação de mais kits para complementar o que é enviado pelo Ministério da Saúde”, disse.

Ele destaca que é importante que as pessoas tenham consciência e busquem fazer o exame somente aquelas que se encaixam nas características de casos suspeitos. “Houve uma grande procura, em especial, na rede privada, de pessoas buscando fazer o teste sem necessidade. Pedimos que a população se conscientize que o mundo inteiro já está em dificuldade de ter os testes”, frisou Ricardo Tavares.

CASOS – O último boletim divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) aponta 36 casos confirmados de coronavírus no DF, sendo cinco de transmissão local, ou seja, quando a contaminação se dá por pessoa que entrou em contato com algum viajante positivo.

“O aumento dos casos tem seguido o mesmo ritmo de outros estados. Cabe ressaltar que não há evidência, no DF, de transmissão comunitária. Todos estão relacionados a pessoas que tiveram contato com quem veio de viagens internacionais”, explicou o sanitarista da Secretaria de Saúde, Eduardo Hage. Até o momento, quatro crianças e três adultos encontram-se internados no Hran, aguardando resultados de exames para confirmar ou descartar o Covid 19.

A partir de agora, serão divulgados dois informes diários, sendo um ao meio dia e outro às 18h.

VACINAÇÃO – Na próxima segunda-feira (23), será iniciada a campanha de vacinação contra o Influenza. Os primeiros a serem imunizados serão os idosos e os profissionais de saúde. A Secretaria de Saúde definirá, até sexta-feira (20), como será a dinâmica, para evitar aglomeração de pessoas.

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Geovana Albuquerque, da Agência Saúde

<-Voltar