Gestores do Ceará buscam o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde

Secretário Moacir Soares; secretário executivo do CONASS, Jurandi Frutuoso; prefeita de Tauá/CE, Patrícia Aguiar; vice-governador do Ceará, Domingos Filho; e assessoras técnicas do CONASS, Lourdes Lemos e Maria Zélia Lins

O CONASS recebeu para um almoço de trabalho, esta semana, o vice-governador do estado do Ceará, Domingos Filho, a prefeita de Tauá/CE, Patrícia Aguiar, e o secretário Moacir Soares. Eles foram recebidos na sede do CONASS, em Brasília, pelo secretário executivo do Conselho, Jurandi Frutuoso, e pelas assessoras técnicas, Lourdes Lemos e Maria Zélis Lins, que apresentaram detalhes a respeito do projeto e da metodologia da Planificação da Atenção Primária à Saúde (APS).

Os gestores do município de Tauá têm o interesse de desenvolver a planificação da APS para todos os profissionais de saúde. O CONASS já realizou as oficinas em 14 estados, incluindo o Ceará, e irá participar, no próximo dia 24, de uma reunião na secretaria de Saúde de Tauá a fim de dar prosseguimento à cooperação que visa o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde no município.

A Planificação da Atenção Primária à Saúde

Os gestores estaduais estabeleceram, entre suas prioridades, a Atenção Primária à Saúde (APS), abrangendo a definição de fontes de financiamento adequado e o seu monitoramento e avaliação.

A APS, organizada e exercendo o seu papel resolutivo como coordenadora do cuidado dos usuários no território de sua responsabilidade, é fundamental para a conformação de Redes de Atenção à Saúde.

Para que a APS exerça de fato o seu papel estratégico, o CONASS propõe a sua planificação, entendida enquanto um processo de planejamento da Atenção à Saúde que leva em consideração todas as suas etapas.

A proposta do CONASS de capacitação para o processo de Planificação da Atenção Primária à Saúde nos estados se dá por meio da realização de 11 oficinas presenciais, com o desenvolvimento de atividades de dispersão ao final de cada uma. Essas atividades de dispersão se constituem ao final do processo em um plano de intervenção da APS no âmbito loco–regional e estadual.

A proposta metodológica está organizada em duas partes: no primeiro momento, a equipe do CONASS capacitará equipes gestoras estaduais para a realização das oficinas no estado, no âmbito das regiões de saúde; no segundo momento a equipe estadual, a seu critério, reproduzirá as oficinas para as equipes municipais.

Caderno de Apresentação – Oficinas de Planificação da Atenção Primária à Saúde nos Estados (clique aqui e faça o download)

Neste caderno, o CONASS apresenta os objetivos propostos para cada oficina, assim como as orientações para a sua realização no âmbito das SES. Ressaltando que este processo deverá, necessariamente, ser adaptado à realidade de cada estado.

O trabalho desenvolvido pelo CONASS foi baseado no processo em implantação no estado de Minas Gerais, pela Secretaria de Estado da Saúde, das oficinas do Plano Diretor da Atenção Primária á Saúde. Nesse sentido, o CONASS agradece a equipe da SES/MG e ao então secretário, Marcus Pestana, que oportunizaram o desenvolvimento dessas oficinas para todos os estados brasileiros.

Este caderno representa uma ação do CONASS dentro da prioridade de trabalhar pela sustentabilidade da Atenção Primária à Saúde por meio do apoio técnico às Secretarias Estaduais de Saúde.

Mais sobre APS:

– Planificação da Atenção Primária nos estados

– O Cuidado das Condições Crônicas na Atenção Primária à Saúde

– As Redes de Atenção à Saúde

<-Voltar