Governo do Maranhão oficializa a Planificação da Atenção Primária em Timon

Os quatro municípios atendidos pela Região de Timon (Parnarama, Matões, São Francisco e Timon) oficializaram hoje (16) a implantação da Planificação da Atenção Primária em Saúde, que visa desenvolver habilidades e competências dos profissionais de saúde, bem como gestores, garantindo uma Atenção Primária de qualidade. A solenidade de abertura da pactuação aconteceu na manhã desta terça, no Centro de Treinamento Wall Ferraz, com a presença do secretário estadual de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, do deputado estadual Rafael Leitoa, o vice-prefeito de Timon, João Rodolfo, e demais autoridades da área de Saúde.

Para o gestor estadual, a Planificação vai reestruturar a Atenção Primária à Saúde, garantindo à população acesso aos serviços com qualidade, humanizado, equidade e resolutividade. “A ideia da planificação é ousada, porque é um projeto que vai reorientar toda a Rede de Saúde, a partir do que é mais importante. Durante muitos anos, escutamos que o estado não investia na Atenção Primária, ou seja, na prevenção, e gastava tudo com hospital. Hoje, estamos no terceiro ano de recessão, onde os recursos caem, os estados entram em falência e os orçamentos públicos diminuem, mas mesmo com esse quadro, o Maranhão conseguiu investir em Saúde, somente em 2016, R$ 2 bilhões de reais. E resolvemos ousar mais; e com apoio do governo, decidimos investir no fortalecimento da Atenção Primária com a planificação que haverá de ser reconhecida como um macro para a Saúde”, concluiu o secretário estadual de Saúde do Maranhão, Carlos Lula.

Para o deputado Rafael Leitoa, o projeto vem padronizar a Atenção Básica. “A planificação vai organizar a Atenção Básica, com a proposta de qualificar para repercutir na qualidade da atenção às pessoas”, detalhou o parlamentar, que ao final de seu discurso anunciou que, em breve, fará a entrega de 03 ambulâncias, através de emenda parlamentar, para o município de Timon.

A diretora da Regional de Saúde de Timon, Graça Rodrigues, destaca que, com a Planificação, todo o quadro burocrático do passado vai acabar. “Teremos atendimentos humanizados, onde as pessoas terão horários marcados nos postos. Além disso, teremos um filtro, reduzindo os gastos que se tem com a média e a alta complexidade”, disse a gestora da Regional.

A pactuação da Planificação na Região conta com o apoio de órgãos como Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Organização Pan-Americana de Saúde – OPA, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Prefeitura e Secretaria Municipal de Timon.

O secretário municipal de Saúde, Marcio Sá, enfatiza a importância desse momento para toda a região. “Com a planificação da Atenção Primária e da Atenção Especializada, vamos trabalhar na Região de Timon com um planejamento especializado, onde teremos um plano mensal e mudanças nos processos de trabalho com conhecimentos compartilhados. Vamos fortalecer e trabalhar a regulação e aumentar a produção dos nossos serviços, trabalhando com toda linha de cuidado, estruturando ainda mais a regionalização”, pontuou Sá.

Fonte: http://eliaslacerda.com/saude

 

<-Voltar