Governo e Unesco lançam curso a distância para ampliar o acesso à formação em educação e sexualidade

Lançado durante o IX Congresso Brasileiro de Prevenção às DST/Aids, que aconteceu em São Paulo (SP), o curso de educação a distância “Juventudes, sexualidades e prevenção das DST/Aids”, é voltado a profissionais da área de educação e da saúde. A iniciativa foi desenvolvida pelos ministérios da Saúde, da Educação, Serpro e UNESCO.

O objetivo da formação, gratuita e com duração total de 40 horas, é ampliar as competências desses profissionais para trabalhar com jovens e adolescentes na promoção da saúde e prevenção de doenças. “Com o curso, vamos poder ampliar ações que já vinham sendo desenvolvidas para esses profissionais”, destaca o diretor Eduardo Barbosa, do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais.

De acordo com Eduardo, para que o Ministério da Saúde possa atingir a juventude e da epidemia de aids, especialmente com os jovens gays, é preciso combater temas ainda tabus no ambiente escolar e até mesmo nos serviços de saúde. “As pessoas precisam entender a diversidade e atuar nessa perspectiva no contexto da escola e no contexto da saúde. Nesse sentido, essa formação é fundamental”, disse o diretor.

Coordenador do Programa Saúde nas Escolas (PSE), do Ministério da Educação, José Luiz Mazzaro destaca que o curso foi pensado para pessoas que não possuem muito tempo ao longo do dia, mas que desejam ampliar os conhecimentos nos temas de saúde e prevenção. “Com apenas uma hora por dia é possível completar o curso em 40 dias”, observa. Ele também lembra que a linguagem simples, objetiva e sem rodeios do conteúdo. “Certamente irá facilitar para que profissionais da educação e saúde possam se apoderar de temas tão complexos como se propõe o curso”, diz.

Parceria – Com o objetivo de contribuir para a elaboração de estratégias voltadas para o enfrentamento das DST/AIDS., O Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) do Rio Grade do Norte, através de Coordenação do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais e do Grupo de Trabalho Intersetorial Etadual do SPE (Saúde e Prevenção nas Escolas), também está oferecendo o Curso Juventudes, Sexualidade e Prevenção das DST/Aids, em modelo de Educação à Distância (EAD).

As inscrições para os interessados que atuem no Rio Grande do Norte estão disponíveis no portal do NESC. Até o momento, foram 883 inscritos apenas no estado. Com a grande procura a universidade resolveu abrir mais mil vagas.

Inscrições Nacionais – Atualmente estão disponíveis, gratuitamente, mil vagas para o curso, e o Ministério da Educação já adiantou que pretende ampliar esse número. O curso tem duração de 40 horas sem tutoria. Já forma feitas mais de 600 inscritos. Um anova turma inicia-se a partir de 1 º de novembro. Os profissionais interessados em fazer a inscrição, devem acessar o site http://inclusao.serpro.gov.br.

Curtiu este post? Então vote em nós no Top Blog 2012 o/.

Fonte: Aids, com colaboração de Alex Pamplona (PA) e Rafael Stemberg, da Agência Jovem de Notícias

<-Voltar