Governo implanta Planificação da Atenção Primária à Saúde de Caxias

planificacao_maReforçar parcerias para ampliação do processo de planejamento da atenção à saúde em todas as suas etapas, exercendo o seu papel estratégico. Foi esse o objetivo do encontro sobre a Planificação da Atenção Primária à Saúde (APS), realizado na segunda-feira (11), no auditório da Prefeitura de Caxias, para apresentação dos resultados de uma experiência piloto.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, presente ao evento, acompanhou a avaliação das ações e resultados preliminares da planificação da Atenção Primária à Saúde (APS), expostos por Maria Zélia Lins, da equipe técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

“Nós estamos satisfeitos com os resultados apresentados em um prazo menor do que o esperado. Na Unidade Básica de Saúde Baixinha, Unidade Laboratório da Planificação, em Caxias, por exemplo, já foi possível reconstruir o processo de trabalho. O resultado é visto no cotidiano da população. Na prática, a gente deixa de ter fila e melhora o atendimento em várias dimensões”, avaliou Carlos Lula.

A planificação fortalece o papel estratégico da APS, por meio do planejamento, renovando o processo de trabalho dos profissionais de saúde e atendimento à população na porta de entrada dos usuários nos sistemas de saúde. A proposta prevê mais qualidade e eficiência na realização dos serviços, reduzindo, ainda, os índices de mortalidade materno-infantil na região.

O secretário executivo do Conass, Jurandi Frutuoso, disse que vê o processo de planificação no Maranhão com muita esperança. “É um processo novo, que vai renovar cabeças, compromissos e processo de trabalho. O Maranhão precisa muito de renovação. Portanto, nessa gestão, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, reúne as condições para fazer mudanças, diante de uma oportunidade de liderar, trazer um mundo novo para a saúde pública do Estado”, disse.

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) propõe a planificação da APS por meio da realização de nove oficinas presenciais. Em cada uma delas é construído um plano de intervenção da APS no âmbito regional e estadual. “As oficinas servem para qualificar nossa atenção básica”, destacou o presidente Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Maranhão, Domingos Vinícius de Araújo Santos, e gestor de saúde de Caxias.

Visitas

Carlos Lula visitou a Unidade Básica de Saúde (UEB) Baixinha, Unidade Laboratório da Planificação, em Caxias, a Maternidade Carmosina Coutinho, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Unidade Básica de Saúde (UEB) Campo de Belém.

Em visita à Unidade Laboratório da Planificação, o secretário foi recebido pelos profissionais de saúde e tutores da Planificação. O enfermeiro Rubenilson Lula, diretor da UBS e tutor, ressaltou que a planificação tem agregado valor ao exercício profissional na unidade e na ponta do atendimento. “Estamos colhendo bons resultados com a redução das filas e implantação do bloco de horas, que permite que o usuário seja atendido com hora marcada na unidade de saúde”, disse.

O Governo do Estado também investe na Maternidade Carmosina Coutinho. “A planificação também está sendo feita com a participação da equipe da maternidade. E, mais do que isso, nós temos um aporte financeiro mensal na unidade desde 2015. Nós conseguimos reduzir um indicador terrível que era de mortalidade materno-infantil – de 28 óbitos por mês para uma média de 4. No último mês, registramos somente um óbito. Resultado de muito trabalho, de muita persistência, e de melhoria. Graças à Deus estamos no caminho correto. Um visita dessas, eventualmente, serve para a gente reorganizar rotas”, explicou Carlos Lula.

Termo de compromisso

Priorizando o processo de planificação da Atenção Primária em Saúde (APS), o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), investiu R$ 3,5 milhões na planificação da Unidade de Saúde da Regional de Caxias. O projeto tem execução prevista para 12 meses.

Nesta segunda-feira (11), os secretários de Saúde dos municípios de Afonso Cunha, Aldeias Altas, Buriti, Caxias, Coelho Neto, Duque Bacelar e São João do Sóter, assinaram o Termo de Compromisso para a cooperação técnica com vistas ao desenvolvimento e execução do Laboratório em Atenção Primária. O secretário Carlos Lula, acompanhado do secretário adjunto Marcelo Rosa, e da superintendente de Atenção Primária, Silvia Viana, entregou sete placas de homenagens aos sete gestores municipais que aderiram à planificação.

A assinatura do termo mostra o compromisso dos gestores na implantação de um Laboratório em Atenção Primária à Saúde (APS), em uma unidade básica de saúde do município, a partir do desenvolvimento do Curso de Aperfeiçoamento em Planificação da Atenção Primária por meio de oficinas e atividades complementares desenvolvidas nos municípios da Região de Saúde de Caxias.

“É incrível que, visitando uma Unidade Básica de Saúde que já tenha a planificação e outra não, é possível perceber a diferença na melhoria do atendimento, desde a organização da unidade até a redução da quantidade de pessoas aguardando atendimento”, pontua o secretário Carlos Lula.

O encontro contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho; do prefeito de Caxias, Léo Coutinho; do secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa; da superintendente de Atenção Primária da SES, Silvia Viana; do presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems/MA) e secretário de Saúde de Caxias, Domingos Vinícius de Araújo Santos; e dos secretários municipais de Saúde da Regional de Afonso Cunha, Aldeias Altas, Buriti, Coelho Neto, Duque Bacelar e São João do Sóter, além de profissionais da Atenção Primária à Saúde, agentes de saúde e conselheiros de saúde.

Texto: Andréa Gonçalves (SES/MA)

Fotos/Francisco Campos

<-Voltar