HGG leva atendimentos gratuitos à população no Dia Mundial do Rim

Edição especial do Saúde, nesta quinta-feira, na Praça da unidade do Governo de Goiás, será realizada em parceria com a Sociedade Brasileira de Nefrologia – Regional Goiás

Nesta quinta-feira, 12, comemora-se o Dia Mundial do Rim. Para celebrar a data, o Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG realizará uma edição especial do projeto Saúde na Praça, que levará orientações de profissionais até a Praça Abrão Rassi, em frente ao hospital da rede do Governo de Goiás. Com expectativa de público de 800 pessoas, o evento contará com atendimentos como teste de glicemia, aferição da pressão arterial e teste rápido de urina, além de orientações com médicos nefrologistas, nutricionistas, fisioterapeutas e enfermeiros. O evento, gratuito e aberto ao público geral, contará com a parceira da Sociedade Brasileira de Nefrologia – Regional Goiás e será realizado das 7 às 16 horas.

Cerca de 50 profissionais da saúde estarão presentes no evento, para que os atendimentos sejam realizados conforme o previsto nas exigências do Ministério da Saúde. Responsável pela coordenação das ações, a médica nefrologista Cibelle Barbosa ressalta a importância da prevenção,  no que diz respeito aos problemas renais.

“Detectar qualquer tipo de doença precocemente é essencial para a recuperação do paciente, e com os problemas renais não é diferente. Quando há um quadro de insuficiência renal, os rins perdem a capacidade de efetuar suas funções básicas. Essa insuficiência pode ser aguda ou crônica e pode causar outros problemas de saúde, como hipertensão arterial e diabetes”, destaca a médica.

Problema renal
Entre os atendimentos a serem realizados estão o teste de glicemia e a aferição da pressão arterial que, ao apresentarem alteração, podem se caracterizar como os primeiros indicativos de um possível problema renal. Para a nefrologista Cibelle Barbosa, esses dois procedimentos simples podem revelar muito mais do que se imagina.

“Como o rim é um dos responsáveis pelo controle da pressão arterial, quando ele não funciona adequadamente há alteração nos níveis de pressão e essa mudança sobrecarrega o órgão. Portanto, a hipertensão pode ser a causa ou a consequência da disfunção renal e seu controle é fundamental para a prevenção da doença. Já o diabetes pode danificar os vasos sanguíneos dos rins, interferindo no funcionamento destes órgãos, que, a partir daí, não conseguem filtrar o sangue corretamente”, alerta a nefrologista. Ela lembra ainda que os exames de sangue e urina são imprescindíveis para o diagnóstico preciso.

Atualmente, estima-se que no Brasil mais de 10 milhões de pessoas sofram de doença renal crônica. No mundo, a prevalência do problema atinge 7,2% da população acima dos 30 anos e de 28% a 46% dos que tem mais de 64 anos de idade. Realizar o acompanhamento profissional para o portador desta condição clínica pode evitar uma série de consequências mais graves que podem levar à morte, como insuficiência cardíaca grave, infecção generalizada, desidratação e obstrução renal, dentre outras.

Dia Mundial do Rim
Instituído em 2006, o Dia Mundial do Rim é comemorado anualmente na segunda quinta-feira do mês de março – dia 12, neste ano. A data foi idealizada pela Sociedade Internacional de Nefrologia e tem como objetivo conscientizar a população sobre as doenças renais, bem como a prevenção e a importância do diagnóstico precoce. O tema que norteia a temática deste ano é “Saúde dos rins para todos. Ame seus rins. Dose sua creatinina”.

SERVIÇO
Saúde na Praça – Dia Mundial do Rim
Data: quinta-feira, 12
Horário: das 7h às 16h
Local: Praça Abrão Rassi, em frente ao HGG

Fonte: Ascom SES/GO

<-Voltar