Hospitais maranhenses recebem novos aparelhos para tratamento de radioterapia

Captura de Tela 2016-07-22 às 14.10.31Para reduzir a demanda de assistência oncológica no Maranhão, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) definiu, na quarta-feira (20), com a equipe do Ministério da Saúde os ajustes finais de instalação e recebimento de dois novos aparelhos de radioterapia, os aceleradores lineares. Pacientes com câncer que precisam de tratamento de radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS) serão beneficiados com a aquisição, diminuindo a espera de meses pelo início do tratamento.

O aparelho de radioterapia é fundamental para o tratamento e é utilizado muitas vezes  após a cirurgia como um complemento de combate à doença, em associação ou não com a quimioterapia, para que se minimizem os riscos de uma disseminação do tumor pelo corpo. Os aceleradores lineares são equipamentos utilizados para o tratamento de radioterapia de diversos tipos de câncer e fazem parte do plano de Expansão da Radioterapia do Sistema Único de Saúde (SUS), criado pelo Ministério da Saúde. Na capital, eles serão instalados no Hospital Dr. Tarquínio Lopes Filho e no Hospital do Câncer Aldenora Belo.

O Hospital Dr. Tarquínio Lopes Filho, referência no tratamento de câncer no Estado, está em fase final de elaboração do projeto executivo para iniciar, em seguida, a licitação das obras de construção do bunker – estrutura física destinada a abrigar os aceleradores lineares. A compra do aparelho e as obras do bunker são custeadas pelo Ministério da Saúde. O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, considera a chegada do aparelho uma redução significativa na fila de espera pelo tratamento. “Temos pacientes que esperam até quatro meses para começar a receber as sessões de radioterapia. Agora, com o acelerador linear a demanda será comprimida, proporcionando melhor qualidade de vida”, afirmou o secretário.

Atualmente, o Hospital do Câncer Aldenora Belo, que já oferece o tratamento de radioterapia para pacientes da rede pública de saúde, está em fase de conclusão da construção do bunker. Até o início de 2017, o novo aparelho, doado pelo Governo do Estado por meio de convênio, estará apto a atender uma demanda maior de pacientes. A instalação do novo acelerador linear nesta unidade de saúde é possível graças a um convênio firmado entre o Governo do Estado e o Hospital Aldenora Belo para receber mais pacientes do SUS.

O diretor geral do Hospital Dr. Tarquínio Lopes Filho, José Maria Assunção, avalia a aquisição dos equipamentos como uma ampliação dos serviços oncológicos no estado. “Os dois novos aparelhos irão desafogar a demanda reprimida do Maranhão e proporcionará agilidade no início do tratamento”, disse.

Plano de Expansão da Radioterapia

O Ministério da Saúde criou o Plano de Expansão da Radioterapia do Sistema Único de Saúde (SUS) em hospitais que executam serviços de oncologia, por meio da Portaria Ministerial Nº 931 de 10 de maio de 2012. O plano tem o objetivo de articular projetos de ampliação e qualificação de hospitais habilitados no serviço, além de realizar a compra de aceleradores lineares, prevista no valor de R$ 500 milhões, e a execução de obras necessárias para implantação de serviços de radioterapia no país.

Fonte: SES/MA

<-Voltar