Hospital Dr. Juvêncio Mattos capacita profissionais sobre terapia por pressão negativa e coberturas no tratamento de feridas

A capacitação foi realizada com médicos residentes e profissionais do Hospital Dr. Carlos Macieira

O Hospitalar Infantil Dr. Juvêncio Mattos, em São Luís, promoveu na quinta-feira (5) capacitação sobre terapia por pressão negativa e coberturas de feridas. A qualificação abordou mecanismos de ação, eficácia e principais indicações terapêuticas das novas tecnologias utilizadas no tratamento de feridas. Nesta sexta-feira (6), a capacitação foi realizada com médicos residentes e profissionais de saúde do Hospital Dr. Carlos Macieira, em São Luís.

Para a coordenadora de enfermagem do Hospital Dr. Juvêncio Mattos, Deilza Moraes, os treinamentos representam item importante na prestação do serviço e na busca por sempre ofertar melhor cuidado aos usuários do serviço público de saúde, bem como a utilização dessas coberturas em feridas, aliada ao cuidado da enfermagem, evitaram a realização de cirurgias plásticas em alguns pacientes e ainda que crianças fossem submetidas a procedimentos mais complexos. “Capacitações são sempre de grande importância”, pontuou.

Durante a capacitação, enfermeiros que atuam na clínica cirúrgica, UTIs Neonatal e pediátrica e outros setores do hospital receberam orientações sobre a utilização de curativo com tecnologia alemã, considerado um dos curativos mais modernos utilizados no tratamento de feridas. O curativo já é empregado no atendimento a pacientes da unidade de saúde.

Pacientes que tenham feridas traumáticas, queimaduras, enxertos, ressecção cirúrgica, feridas necrotizantes, lesão por pressão ou feridas diabéticas estão na lista dos casos indicados para o uso desse tipo de tratamento. Os ganhos podem ser a otimização da limpeza, fácil manuseio, além de possibilitar avaliar externamente o exsudato – fluido proveniente de uma ferida. Para o paciente, os benefícios podem ser desde o controle da dor, boa tolerância, conforto até o controle da umidade no local.

O curativo, desbrida, remove a necrose e aprisiona bactérias, facilitando a cicatrização. Sua tecnologia exclusiva devido à combinação de hidratação e absorção, propicia o meio úmido ideal para a cicatrização e para o desbridamento autolítico – remoção do tecido desvitalizado da ferida.  A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua.

<-Voltar