Hugol recebe assessores técnicos do Conselho Nacional de Secretários de Saúde

Os assessores técnicos do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Fernando Cupertino e Eliana Dourado, visitaram o Hugol – Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira nessa segunda-feira, dia 29.

O objetivo foi conhecer a experiência do hospital na implementação da metodologia Lean na Emergência por meio do projeto “Excelência Operacional nas Emergências do SUS”, do Ministério da Saúde, com consultoria do Hospital Sírio-Libanês.

Eliana Dourado ressaltou que o Conass tem como proposta apoiar os estados nas áreas priorizadas como importantes e que a organização hospitalar é a mais sensível. “Nesse sentido, demonstramos interesse em reproduzir o que está acontecendo no Hugol para as vinte e sete secretarias estaduais. Foi muito importante ter vindo aqui, primeiro para certificar que realmente a metodologia funciona. Dos seis hospitais participantes do projeto do Ministério da Saúde, o Hugol tem sido apontado como o que melhor praticou, que obteve os melhores resultados, então estamos aqui para conhecer e poder potencializar isso para termos bons resultados ao final do projeto”, explica a médica.

O secretário da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, explica que “essa visita reforça que estamos no caminho certo. Goiás, devido aos resultados obtidos com a metodologia Lean no Hugol, torna-se vitrine para os demais estados, como exemplo de que é possível mudar o cenário da superlotação ao melhorar os fluxos intrahospitalares”.

A assessora técnica destacou ainda que ficou “entusiasmada com os resultados alcançados e esperamos que isso possa ser reproduzido nos demais Estados, contando com o Hugol para ser referência em nível nacional nessa metodologia para os hospitais públicos estaduais. Além dos resultados apresentados, estou surpresa com o ambiente organizado, a despeito de ser um hospital de urgência, diferente da situação que vemos na mídia sobre outras unidades, com superlotações das portas – concluo que tem como realizar assistência com muita eficiência, é isso que pude ver aqui”.

Saiba mais
Um dos grandes desafios da saúde pública no Brasil é evitar a superlotação e garantir um atendimento resolutivo aos pacientes do SUS, dificuldade que também foi enfrentada pelo Hugol, mesmo sendo uma unidade recém-inaugurada. Para solucionar essa situação, o hospital buscou sua inserção no projeto “Excelência Operacional nas Emergências do SUS”, do Ministério da Saúde, com consultoria do Hospital Sírio-Libanês.

O projeto teve duração de agosto a dezembro de 2017, com as seguintes etapas: diagnóstico, desenvolvimento de planos de ação, melhoria dos processos, estabelecimento de protocolos clínicos e aprendizado com as boas práticas. Os principais pontos alcançados com o projeto foram: a melhora do tempo de passagem do paciente pelo serviço de Urgência e Emergência; a redução do tempo médio de permanência; o aumento do giro de leitos; a redução da superlotação, possibilitando uma assistência com maior qualidade; culminando, por fim, na satisfação dos usuários e também dos colaboradores atuantes na unidade.

Núcleo de Comunicação Hugol

<-Voltar