II Ursap discute estratégias para Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza

Kelly Barros – SES/RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), sediada em Mossoró, e Secretarias Municipais de Saúde (SMS), realizarão nesta quarta-feira (03), das 9h às 12h, no auditório da II Ursap, uma reunião para traçar estratégias para a 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a ser realizada no período de 15 a 26 deste mês. Com o slogan “Quem lembra da vacina se protege da gripe”, a campanha terá como dia de mobilização nacional 20 de abril.

A reunião será direcionada aos coordenadores municipais do Programa de Imunização, enfermeiros e trabalhadores das salas de vacina. Segundo a coordenadora regional do Programa de Imunizações da II Ursap, Milene Rosado, nesta campanha serão vacinados os integrantes do grupo prioritário, formado por pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde, além dos doentes crônicos, que neste ano terão o acesso ampliado a todos os postos de saúde e não apenas aos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs).

“No RN, o público-alvo da campanha representa aproximadamente 92.132 pessoas, dos quais 41.032 estão em Mossoró. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 73.600 de brasileiros nesta região, o que equivale a 80% do público-alvo. Esta ação envolve Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap) e Secretarias Municipais de Saúde (SMS)”, informou Milene Rosado.

A coordenadora explicou que a vacina é segura e consiste na melhor forma de se impedir a ocorrência de doenças graves, internações ou mesmo óbitos por influenza. “É mito aquela história de que a vacina pode causar gripe, já que o vírus usado é inativado”, disse. Segundo ela, durante os 60 anos nos quais tem sido usada no mundo, essa vacina gerou conhecimento e segurança para os grupos prioritários.

O Ministério da Saúde também fará uma ampla divulgação das medidas de prevenção que as pessoas devem adotar para evitar a gripe, como lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar contato com pessoas doentes e aglomerações, se estiver com sintomas da gripe, além de proteger a tosse e o espirro com lenços descartáveis.

“É importante que todos os integrantes do grupo prioritário se vacinem e que pessoas com doenças cardíacas, pulmonares, obesos, transplantados renais ou portadores de alguma doença crônica associada, procurem os postos de vacinação e levem a prescrição”, destacou a gerente da II Ursap, Iranilde Oliveira Rebouças.

Redação ASCOM (84)- 3232-2618/3232-2630
Site:www.saude.rn.gov.br
Twitter: www.twitter.com/SesapRN

<-Voltar