Inscrições abertas para onze cursos de nefrologia

unasusProfissionais de saúde interessados em aprofundar os seus conhecimentos sobre Doenças Renais Crônicas (DRC) já podem se inscrever na nova oferta do Projeto de Qualificação em Nefrologia Multidisciplinar da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), integrante da Rede UNA-SUS. Composto por 11 módulos independentes, com carga horária de 30h cada, a qualificação aborda as mais diversas facetas do atendimento ao portador de doença renal. Em 2016, a capacitação qualificou cerca de 12 mil profissionais em todo o Brasil

As inscrições podem ser realizadas até 31 de outubro, pelo site.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença renal crônica (DRC) atinge 10% da população mundial, afetando pessoas de todas as idades. Em muitos casos, o diagnóstico precoce e o tratamento da doença nas fases iniciais podem ajudar a prevenir a progressão da doença para fases mais avançadas – em que sejam necessários tratamento com hemodiálise ou transplante de rim – reduzindo o sofrimento dos pacientes e os custos financeiros associados à DRC.

De acordo com a coordenadora geral da capacitação, Christiana Salgado, a capacitação foi desenvolvida para qualificar a atuação dos profissionais de saúde por meio do reconhecimento de ações que visem o cuidado integral do paciente com DRC, bem como estratégias de prevenção. “ O objetivo é que os profissionais sejam capazes de compreender o universo das doenças renais, tornando-se aptos para, em equipe, atender o paciente renal de forma integral”, destaca.

Os cursos seguem as diretrizes do Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) e abordam desde aspectos nutricionais e farmacêuticos, passando pela identificação de grupos de risco e tratamentos específicos até estratégias de prevenção e políticas nacionais.

“Trabalhamos com uma abordagem multidisciplinar considerando que, para uma assistência integral ao paciente com doença renal, é necessário: uma articulação entre as diversas áreas da saúde; profissionais capazes de combinar ações de intervenção, promoção e prevenção na área das doenças renais; bem como a abordagem junto à família, de forma respaldada pelas políticas assistenciais aos pacientes com DRC”, explica Christiana.

Salgado destaca ainda que dez, dos onze módulos, são abertos para qualquer profissional de saúde de nível superior, vinculado à Rede de Assistência do Sistema Único de Saúde (SUS). “Apenas o curso ‘Manejo Clínico de Paciente com DRC – Módulo Avançado’ possui o critério de exclusividade para matrículas de médicos e enfermeiros, uma vez que o conteúdo foi todo formatado para esse público-alvo”, pontua.

Tendo em vista a formação multidisciplinar do profissional de saúde, a qualificação ganhou mais um módulo – Controle, avaliação e regulação dos serviços em saúde. Este aborda os sistemas de informação para a caracterização clinico-epidemiológica de pacientes com DRC e grupos de risco, apresenta a organização dos serviços de média e alta complexidade para atendimento ao paciente com DRC, bem como os sistemas de referência e contrarreferência da rede assistencial em saúde.

“É uma oportunidade única de conhecer todos os elementos essenciais para compreender o rim como órgão vital, de múltiplas funções para o corpo humano e, assim, contribuir para mitigar o impacto da doença renal que afeta mais de 10 milhões de indivíduos, na sua maioria de forma silenciosa”, finaliza a coordenadora.

O Projeto de Qualificação em Nefrologia Multidisciplinar é uma iniciativa de formação em larga escala, fruto da parceria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) com a Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) e a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGTES), e conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), por meio do Departamento de Prevenção de Doenças Renais.

Para saber mais sobre esse e outros cursos da rede UNA-SUS, acesse o link www.unasus.gov.br/cursos

 —

Fonte SE/UNA-SUS

Assessoria de Comunicação Social

Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS)

<-Voltar