Leonardo Vilela debate judicialização da saúde em fórum do CNJ

O presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), Leonardo Vilela, está participando em São Paulo (SP), nessa quarta-feira (16/05), do Fórum da Saúde do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento, que acontece no Centro de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, tem o propósito de discutir a judicialização da saúde, em especial o avanço das demandas feitas pela população e as iniciativas para superar os desafios na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O evento conta com a participação de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Corregedoria Nacional de Justiça, coordenadores estaduais e integrantes do Comitê Executivo do Fórum da Saúde do CNJ. Durante a manhã, Leonardo Vilela integrou uma mesa-redonda composta também pelos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ricardo Villas Bôas Cueva, Paulo de Tarso Vieira Sanseverino e Paulo Dias de Moura Ribeiro.

Leonardo Vilela acentua que a judicialização da saúde constitui um tema que reflete o necessário diálogo entre gestores, defensores, médicos, promotores e claro, os pacientes na busca pela garantia de acesso à assistência. “A judicialização pode contribuir para o fortalecimento do SUS e da saúde complementar, ao corrigir rumos e resguardar a medicina baseada em evidências científicas”, pontua o titular da SES-GO e presidente do Conass. Ele enfatiza, ainda, que a troca de experiências é um elemento importante para qualificar os serviços de saúde e discutir novos caminhos na direção de uma saúde para todos.

*Com informações da assessoria do CNJ

<-Voltar