Má alimentação durante carnaval pode comprometer folia

A escolha das refeições durante o período das festas de carnaval pode trazer consequências negativas à saúde. Alimentar-se de maneira correta, antes, durante e depois da folia, é fundamental para manter a energia do corpo.

Raquel Sanchez Franz, nutricionista do Ministério da Saúde, explica que para cair na folia é preciso ingerir alimentos com carboidratos. “Pode ser arroz, pães ou massas, que são as principais fontes de energia na alimentação”, explica. Segundo ela, o ideal é dar preferência para as versões integrais. “Também é importante evitar comidas gordurosas, como frituras, carnes gordas, queijos amarelos, salgadinhos e molhos cremosos. Eles podem tornar a digestão mais lenta”, afirma.

Nem mesmo durante a ingestão de alimentos pode ser esquecida. “Para repor os nutrientes perdidos com o suor e o desgaste físico prefira comidas ricas em vitaminas e sais minerais como frutas e vegetais, sucos e barras de cereais”. A nutricionista afirma que mesmo durante as festas é importante comer a cada três horas. Água, sucos, isotônicos e água de coco auxiliam na hidratação do corpo. “O folião deve ingerir mais líquido do que o habitual”, afirma Raquel.

Para amenizar os efeitos do consumo de bebidas alcoólicas,  a  nutricionista do MS dá dicas: “É preciso evitar o excesso de álcool e ao ingeri-lo alternar com água. E jamais tomar bebidas alcoólicas com o estômago vazio”, alerta.

Caso os cuidados com o álcool não tenham sido os recomendados, o ideal é fazer uma desintoxicação após a festa. “A pessoa deve voltar a ter uma dieta balanceada e desintoxicar o organismo com frutas e vegetais crus, como couve, brócolis e couve-flor. Alimentos como castanhas, nozes e amêndoas também são importantes”, conclui.

Fonte: Marcos Moura / Agência Saúde

<-Voltar