Mais de 200 voluntários comparecem ao Hemorio no dia no Dia Mundial do Doador de Sangue

Número de doadores é quase 40% maior se comparado ao mesmo dia na semana anterior

 

HEMORIO - dia mundial do doador de sangue 36.jpgNo Dia Mundial do Doador de Sangue, o Hemorio, hemocentro responsável pelo abastecimento de mais de 180 unidades de saúde veiculadas ao SUS em todo o estado, coletou mais de 230 bolsas de sangue ao longo do dia na unidade e no posto de coleta móvel montado na Vila Olímpica da Ilha do Governador. Ao todo, mais de 300 pessoas compareceram à unidade e ao posto de coleta móvel, montado na Vila Olímpica da Ilha do Governador, para se voluntariar para a doação. Criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para homenagear doadores e chamar a atenção da população mundial para a importância do hábito de doar sangue constantemente, o Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado desde 2004.

– Com uma única bolsa de sangue, até quatro vidas podem ser salvas. É essencial que a população se conscientize da necessidade de fazer da doação de sangue um hábito – afirma Luiz Antônio Teixeira Jr, secretário de Estado de Saúde.

Ao fim do dia, o Hemorio registrou aumento de 39,5% no comparecimento dos doadores, quando comparado ao mesmo dia na semana anterior. Nos últimos dias, o Hemorio vem recebendo cerca de 150 doadores, mas a unidade tem capacidade para receber até 500 voluntários por dia.

– Datas como esta são importantes para incentivar a população a praticar este ato de cidadania. É um dia especial e a mobilização das pessoas é fundamental para que possamos manter o estoque abastecido e assim, fornecer para unidades de saúde em todo o estado. 

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, essa preocupação é reforçada – ressaltou o diretor da unidade, Luiz Amorim.

Há 22 anos, a doação de sangue é um hábito para a poetisa Carla Vanessa, 40 anos, que compareceu à unidade para fazer sua parte.

– Doar sangue é uma questão de cidadania. É muito bom poder ajudar as pessoas. Doei pela primeira vez aos 18 anos e nunca mais parei – conta ela.

Já o militar Caio Ribeiro, de 19 anos, reuniu outros 12 companheiros de quartel para a doação. A avó do militar será submetida a uma cirurgia e ele reconhece a importância de se voluntariar.

– Fico feliz com a ajuda que todos no trabalho estão me dando. Hoje, percebo que é preciso doar com regularidade, não somente quanto há necessidade. Sempre tivemos o incentivo no quartel – afirmou ele.

A funcionária pública Mariana Evangelista, 27, compareceu ao Hemorio junto com o projeto Caravana Solidária, pelo qual o hemocentro disponibiliza transporte para grupos de doadores irem até a unidade.

– Sabemos que o número de doadores no Brasil é pequeno, isso precisa mudar e só depende da gente. Esta é a segunda vez que venho doar. Um gesto simples, que pode salvar muitas vidas. Imagino quantas pessoas estão precisando desta doação. Doar sangue é um gesto de amor – finaliza ela.

Parceria – Mais de 70 pessoas compareceram ao posto de coleta móvel do Hemorio, montado na Vila Olímpica da Ilha do Governador, em parceria com a TV Globo.

#DOESANGUE – A Nexcare, marca de cuidados pessoais da 3M, lançou no Hemorio a segunda edição da Campanha DOE. Com o tema “Sinta a batida. Doe Sangue”, a ação distribuiu curativos à prova d´água, personalizados com cinco estampas exclusivas, inspiradas em ritmos musicais do mundo todo. A parceria ainda contou com a participação de outros três hemocentros do país: São Paulo (com a Fundação Pró-Sangue), Belo Horizonte (Fundação Hemominas) e no Hemocentro de Campinas, em SP. A proposta é que os doadores postem fotos com o curativo em redes sociais com a hashtag #DoeSangue, convidando amigos e conhecidos a doar.


Informações ao doador – O Hemorio funciona todos os dias, incluindo sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h. Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais (o modelo da autorização pode ser obtido no site do Hemorio: www.hemorio.rj.gov.br<http://www.hemorio.rj.gov.br/> ). Não é necessário estar em jejum, apenas deve-se evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras 25 unidades de coleta distribuídas pelo estado. O Hemorio, localizado na Rua Frei Caneca, n° 8, no Centro do Rio, é o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, que distribui sangue para cerca de 180 hospitais públicos, incluindo as grandes emergências como a dos hospitais Getúlio Vargas, Souza Aguiar e Miguel Couto, maternidades, UTI´s neonatais e conveniados com o Sistema Único de Saúde – SUS.

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado de Saúde – RJ

http://www.saude.rj.gov.br/

Fotos: Mariana Evangelista, funcionária pública

Crédito: Maurício Bazílio / Ascom SES

<-Voltar