Mutirão de cirurgia beneficia 40 crianças e adolescentes

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) realiza, a partir desta segunda-feira (25), mais um mutirão de cirurgias para atender cerca de 40 crianças e adolescentes que possuem diferentes tipos de doenças ortopédicas. Esta é a segunda ação realizada este ano pelo Centro de Ortopedia Pediátrica, que será encerrada na próxima sexta-feira (29).

Neste mutirão serão operados pacientes de um a 15 anos, que tenham doenças que afetam o sistema neuromuscular, além de síndromes e diversas deformidades ortopédicas congênitas, como o pé torto. “Com esta ação será possível acelerar a assistência às crianças e aos adolescentes, proporcionando um atendimento mais eficiente e o tratamento mais precoce”, afirma o médico chefe do Centro Ortopédico Pediátrico, Pedro Henrique Mendes.

Iniciativa – Do início deste ano até dia 20 de novembro, o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) realizou 372 cirurgias pediátricas para o tratamento de fraturas, alongamentos ósseos e correção do pé torto, entre outras intervenções cirúrgicas. Em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, outros 268 pacientes já foram encaminhados para a cirurgia no Hospital Estadual da Criança, em Vila Valqueire, zona oeste do Rio de Janeiro. A iniciativa tem objetivo de reduzir o tempo de espera por procedimentos ortopédicos no instituto.

A iniciativa faz parte de um conjunto de medidas determinadas pelo Ministério da Saúde para ampliar a capacidade de atendimento do Into e reduzir o tempo de espera por cirurgias ortopédicas no Rio de Janeiro.

Balanço – O Into já realizou 12 mutirões beneficiando 740 pacientes, num total de 769 cirurgias feitas pelos centros especializados em crâniomaxilofacial, quadril, coluna, oncologia ortopédica, ortopedia pediátrica, joelho, ombro, microcirurgia reconstrutiva, pé e tornozelo, medicina esportiva e mão.

 

Fonte: Beatriz Fafiães / Agência Saúde

© Foto: Henglein and Steets/cultura/Corbis

<-Voltar