Nota de pesar – Gilson Carvalho

 

 

O Brasil hoje ficou mais pobre: morreu o pediatra, sanitarista e gestor do SUS Gilson Carvalho.

 

Durante muitos anos Gilson foi sempre uma voz combativa a serviço de uma mente lúcida e do ideal inquebrantável de dotar o Brasil de um sistema de saúde universal, capaz de responder com presteza e qualidade às necessidades e expectativas de todos os cidadãos. Para isso, trilhou vários caminhos, passou por postos de direção em diferentes níveis de governo e em tempos diversos e, sobretudo, nunca se dobrou à tendência dos discursos oficiais que, às vezes, em nome da ideologia ou da conveniência do poder, oferecem-nos explicações pouco convincentes e justificativas inaceitáveis.

Se em duas palavras pudéssemos resumir Gilson Carvalho, estas seriam certamente coerência e combatividade.

Durante anos a fio, ofereceu-nos gratuitamente, as famosas “Domingueiras”, onde para além de suas próprias análises, especialmente detalhadas e profundas sobre a temática do financiamento, incluía outros textos de relevância para a compreensão e para a defesa intransigente do Sistema Único de Saúde.

Assim, o CONASS une-se a toda a comunidade dos profissionais e gestores de saúde para partilhar da mesma dor e apresentar a seus familiares nossas mais sinceras condolências.

<-Voltar