Oito experiências inovadoras em Saúde de Adolescentes e Jovens são selecionadas pelo Laboratório de Inovações

Laboratório de Inovações

A segunda edição do Laboratório de Inovações sobre  Saúde de Adolescentes e Jovens (2014/2015) identificou oito práticas, de um total de 62 trabalhos inscritos, para serem sistematizadas e divulgadas no Portal a Inovação em Saúde e na série técnica NavegadorSUS. São experiências das cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Vacaria (RS), Salvador (BA), Campo Bom (RS), Divinópolis (MG) e Xapuri (AC). O potencial de reprodutibilidade no Sistema Único de Saúde (SUS) e os resultados alcançados pela experiência foram alguns dos pontos observados pela equipe no processo de seleção. Veja ofício do Ministério da Saúde

A iniciativa  permitiu conhecer a realidade da atenção prestada ao Adolescente e ao Jovem em todo o país e identificou estratégias inovadoras no cuidado deste público que alcança 51 milhões de brasileiros. Nesta edição, a Coordenação Geral da Saúde dos Adolescentes e Jovens do Ministério da Saúde, juntamente com a Organização Pan-Americana da Saúde/Opas Brasil, promoveu o conhecimento de iniciativas que abordasse quatro eixos temáticos: Proteger e Cuidar de Adolescente na Atenção Básica; Participação Juvenil; Integralidade das ações de saúde para adolescentes que estão no sistema socioeducativo; e Educação Permanente de profissionais de Saúde.

Este Laboratório, sob coordenação das pesquisadoras Maria Ignez Saito e Maria Helena Ruzany, recebeu as inscrições de experiências até abril de 2015. Em julho passado foi realizada uma oficina em Brasília com 26 representantes das práticas previamente selecionadas, onde 18 delas foram visitadas in loco durante os meses de setembro e outubro passado. O relatório das visitas de cada experiência foi divulgado em dezembro no  Portal (http://apsredes.org/saude-adolecente-jovens/2015/12/07/divulgacao-dos-relatorios-de-visita-de-13-experiencias-selecionadas-pelo-laboratorio-de-inovacao-na-atencao-a-saude-de-jovens-e-adolescentes-2a-edicao/)

O próximo passo do Laboratório de Inovações é a elaboração do livro NavegadorSUS e a ampla divulgação das experiências em congressos e eventos.

  Instituição Município Estado Nome da Experiência
1 OS Santa Casa – Microrregião Jaçanã / Tremembé São Paulo São Paulo Move MRJT
2 Cipó – comunicação interativa Salvador Bahia Juventude, comunicação e políticas de saúde: incidência e prevenção contra a violência e o abuso de drogas.
3 Prefeitura Municipal Campo Bom Rio Grande do Sul Projeto multiplicadores da vida
4 Departamento geral de ações socioeducativas Rio de Janeiro Rio de janeiro Uma experiência de acompanhamento a adolescentes e jovens privados de liberdade a partir de grupos terapêuticos
4 Departamento geral de ações socioeducativas Rio de Janeiro Rio de janeiro Uma experiência de enfrentamento ao tabagismo entre adolescentes privados de liberdade
4 Departamento geral de ações socioeducativas Rio de Janeiro Rio de janeiro Implantação da PNAISARI no âmbito do novo DEGASE
4 Departamento geral de ações socioeducativas Rio de Janeiro Rio de janeiro Ações de gestão facilitadoras de educação permanente em saúde do adolescente e jovem;
5 Universidade Federal de São João Del Rei Divinópolis Minas Gerais Ambulatório de saúde do adolescente na atenção primária á saúde: inovação e tecnologia em espaços tradicionais de atenção à saúde.
6 Secretaria Municipal de Saúde Vacaria Rio Grande do Sul Projeto de revitalização da área onde encontra-se a associação de catadores e catadoras dos campos de cima da serra.
6 Secretaria Municipal de Saúde Vacaria Rio Grande do Sul Oficina de graffiti
7 CAPS Infantil II Capela do Socorro São Paulo São Paulo Acampadentro – o CAPSI II capela do socorro 24 horas de portas abertas.
8 Fundo Municipal de Saúde Xapuri Acre Protagonismo juvenil: jovens multiplicadores

Saiba mais – http://apsredes.org/saude-adolecente-jovens/

Por Vanessa Borges, para o Portal da Inovação em Saúde

<-Voltar