Piauí adota metodologia que torna a atenção à saúde primária mais resolutiva

planificacao_apsO modelo a ser implantado é desenvolvido pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde adota metodologia de trabalho que qualifica a atenção básica em redes e os serviços de atenção especializada, o que vai possibilitar a implantação em todo o território piauiense. A metodologia é desenvolvida pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde(CONASS) e já é adotada em vários estados da federação.

A adesão ao modelo, com a respectiva elaboração do plano de ação, se deu hoje, 17, em Teresina, com a presença do secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, e o secretário Executivo do CONASS, Jurandir Frutuoso.

“Temos a oportunidade de aproveitar a experiência que a equipe técnica do CONASS tem para passar, para que possamos implantar de uma forma mais prática e efetiva essa metodologia no nosso Estado, que pretende tornar a atenção à saúde primária mais resolutiva”, comentou o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa.

De acordo com a superintendente de Atenção à Saúde, Cristiane Moura Fé, a primeira etapa de qualificação aos municípios será com a explanação da metodologia aos gestores estaduais e em seguida, “iniciaremos apoio técnico aos municípios, com capacitação dos profissionais de saúde, alunos”. 

A nova metodologia proporciona o maior acesso da população aos serviços preventivos, redução da necessidade de internações, além de reduzir custos da Saúde. Segundo o secretário Executivo do CONASS, nos lugares em que a metodologia já está sendo executada houve a redução da mortalidade e complementa, “estamos planejando a partir de agora para que em 2017 já possamos implantar essas mudanças e ver os resultados o mais rápido possível”, disse Jurandir Frutoso.

De acordo com o secretário de Saúde, o primeiro território a ser contemplado será a Planície Litorânea, “uma vez que lá já temos uma rede estruturada, como a Rede Cegonha, Rede de Urgência e Emergência e Rede de Atenção a pacientes crônicos e a Regulação de Leitos. Além da área educacional na saúde ser muito forte, com três faculdades”, explica.

A metodologia da qualificação consiste em oficinas, palestras, apoio de preceptores e deve iniciar em 2017, na Planície Litorânea. A equipe técnica frisou a importância do envolvimento dos gestores municipais, com envolvimento de todos profissionais da Saúde. 

Na manhã desta quarta-feira (17), o secretário executivo do CONASS, Jurandi Frutuoso, concedeu uma entrevista ao Bom Dia Piauí, sobre a Planificação da Atenção à Saúde no estado: http://g1.globo.com/pi/piaui/bom-dia-piaui/videos/t/edicoes/v/agendamento-de-consultas-da-rede-publica-do-estado-tera-mudancas/5241097/

Fonte: Ascom SES/PI

<-Voltar