Piauí – HGV vai integrar Rede de Urgência como Hospital Retaguarda

O objetivo é garantir retaguarda de atendimentos de média e alta complexidade

Acompanhado do secretário Estadual de Saúde Ernani Maia e pelo diretor geral do HGV, Carlos Iglézias, o secretário de Atenção á Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda, visitou hoje (26) os leitos que integrarão a Rede de Urgência e Emergência no Hospital Getúlio Vargas. Participou também da visita, o superintendente de Assistência à Saúde da Sesapi, Pedro Leopoldino, o diretor de Organização Hospitalar, Telmo Mesquita e o Secretário Municipal de Saúde, Noé Fortes.

Na ocasião, foi acertada a organização da atenção às urgências no hospital, de modo que o HGV atenda à demanda referenciada e funcione como retaguarda para os outros pontos de atenção às urgências de menor complexidade. “A ideia é desafogar o Hospital de Urgência de Teresina com um novo paradigma que é fazendo o leito girar para que o paciente não permaneça muito tempo esperando o atendimento”, afirmou Miranda.

Segundo Iglézias, o objetivo é garantir retaguarda de atendimentos de média e alta complexidade com leitos clínicos e de terapia intensiva para a rede de atenção às urgências e também garantir a atenção hospitalar nas linhas de cuidado prioritárias, em articulação com os demais pontos de atenção.

A partir do dia 1º de julho, o HGV vai contar com equipe de médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e assistente social nas 24 horas do dia e em todos os dias da semana.  A medida vai facilitar o acesso do paciente grave a serviços de alta complexidade.  

Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi)
Assessoria de Comunicação
www.saude.pi.gov.br
(86) 3216-3610 / 8802-9604 / 8851-2074

<-Voltar