Piauí – Piauí avança na implantação da Rede de Cuidados Continuados Integrados

O estado é o único das regiões Norte e Nordeste do país a receber o projeto-piloto, referência mundial

Acontece na manhã desta terça-feira (25), no auditório do Hospital Getúlio Vargas (HGV), um encontro para discutir a implantação da Rede de Cuidados Continuados Integrados (RCCI) no Piauí. O estado é o único das regiões Norte e Nordeste do país a receber o projeto-piloto, que foi criado no Hospital Samaritano, de Franca, São Paulo, e já possui processo de instalação, além do Piauí, em outros dois estados da federação: Mato Grosso do Sul e Paraná.

“Este é mais um importante momento para discutirmos a implantação da RCCI no Piauí. Dessa vez, reunimos as regionais de saúde de Teresina, além da Atenção Básica e de estudantes dos cursos de medicina e enfermagem, que já receberão uma formação sobre a importância do projeto para a assistência em saúde, sobretudo, aos pacientes com casos crônicos”, disse Luciane Formiga, coordenadora de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

Na oportunidade estiveram presentes os gestores da saúde da capital e do Estado do Piauí, com o secretário municipal de Saúde de Teresina, Noé Fortes; o diretor de Unidade de Organização Hospitalar da Sesapi, Telmo Mesquita; representantes do Hospital Samaritano, do Ministério da Saúde e da UESPI, representando as demais instituições de ensino superior.

A implantação da RCCI no Piauí já passou pelo processo de capacitação de todas as equipes, está sendo feita uma divulgação para as demais redes de atenção e a fase atual se encontra na adaptação da estrutura do Hospital São Carlos Barromeu, localizado no bairro Pedra Mole, zona Norte de Teresina, que receberá 20 leitos que serão destinados ao atendimento por meio da RCCI, com pacientes referenciados pelo Hospital Getúlio Vargas (HGV) e pelo Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

“A Sesapi está totalmente envolvida nessa questão e partiu da nossa gestão todo o empenho necessário para que fosse aprovada pelo Ministério da Saúde a RCCI no Piauí”, pontuou Telmo Mesquita, que representou o secretário de Estado da Saúde, Ernani Maia.

Os Cuidados Continuados Integrados são intervenções sequenciais de saúde e/ou de apoio social, decorrente de avaliação conjunta centrada na recuperação global entendida como o processo terapêutico e de apoio social, ativo e conjunto, visando a autonomia e melhorando a funcionalidade da pessoa em situação de dependência através da sua reabilitação, readaptação e reinserção familiar e social. “O objetivo central é fazer com que isso se torne uma política pública de saúde em todo o país”, disse Luciane.

Com a RCCI, espera-se um ganho no giro de hospitais de referência, desocupando leitos de urgência e emergência, além dos clínicos e cirúrgicos. Para todo esse processo, há o envolvimento, essencial, da família, no acompanhamento paciente crônico.


Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi)
Assessoria de Comunicação
www.saude.pi.gov.br
(86) 3216-3610 / 8802-9604 / 8851-2074

<-Voltar