Piauí – Sesapi prepara atividade especial no Dia Nacional de Combate ao Fumo

Para a campanha do Dia Nacional de Combate ao Fumo deste ano, o tema escolhido é o uso do narguilé

Criado em 1986, pela Lei Federal nº 7.488, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Essa foi a primeira legislação em âmbito federal relacionada à regulação do tabagismo no Brasil.

Para a campanha do Dia Nacional de Combate ao Fumo deste ano, o tema escolhido é o uso do narguilé e a iniciação ao fumo. O cachimbo, de origem oriental, vem se popularizando entre jovens no Brasil e no Mundo, destacando-se como o preferido entre os derivados do tabaco, que não o cigarro industrializado. A campanha tem como objetivo principal divulgar informações e sensibilizar a população acerca dos malefícios do uso do narguilé.

De uso coletivo e aparência exótica, o narguilé pode parecer menos agressivo que outros produtos fumados, por usar um filtro d’água e, muitas vezes, aromatizantes e flavorizantes (aditivos que conferem sabores agradáveis ao tabaco). Assim, a população poderá identificar que, como qualquer outro produto derivado do tabaco, o narguilé causa dependência e, muitas vezes, é a porta de entrada para o uso regular de outros produtos de tabaco, como o cigarro.

Além disso, o uso do narguilé possibilita a exposição a doses suficientes de nicotina que causam dependência; uma sessão de uso de narguilé equivale a fumar 100 cigarros; o uso de narguilé foi significativamente associado com o desenvolvimento do câncer do pulmão, doenças respiratórias, doença periodontal e com baixo peso ao nascer; os riscos do uso do narguilé não estão somente relacionados ao tabaco, mas, também, a doenças infectocontagiosas: o hábito de compartilhar o bucal entre os usuários pode resultar na transmissão de doenças como Herpes, Hepatite C e Tuberculose.

Dados da Pesquisa Especial sobre Tabagismo (PETab) – realizada em 2008 pelo IBGE em parceria com o INCA – apontaram que o cachimbo de origem oriental tinha, na época, quase 300 mil consumidores no país.

“Nessa perspectiva, convidamos as secretarias municipais de Saúde e as Coordenações Regionais para desenvolverem atividade alusiva a esse dia, de forma a chamar a atenção sobre os riscos e consequências do uso do narguilé. Em Teresina, nós realizaremos uma panfletagem em frente ao colégio Liceu Piauiense, além de oficinas temáticas para estudantes e professores”, disse Gisela Brito, coordenadora estadual de Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso.



Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi)
Assessoria de Comunicação
www.saude.pi.gov.br
(86) 3216-3610 / 8802-9604 / 8851-2074

<-Voltar