Popularização da Ciência nas Instituições de Pesquisa é tema da VII Jornada Educação, Cultura e Saúde

Sétima edição do evento será realizada no dia 17 de setembro na Fiocruz Brasília e contará com exposições, debates e palestras


A Popularização da Ciência nas Instituições de Pesquisa é o tema da VII Jornada Educação, Cultura e Saúde, que será realizada no dia 17 de setembro, das 9h às 17h30, no Auditório Externo da Fiocruz Brasília. O evento é promovido pelo Programa de Educação, Cultura e Saúde (Pecs) da Fiocruz Brasília, em parceria com o Museu de Ciência e Tecnologia de Brasília e com a UnB.

 

O objetivo é promover a reflexão da prática e dos desafios da popularização da ciência e o papel das instituições de pesquisa, por meio do diálogo entre os diversos atores envolvidos. De acordo a organizadora do evento e bolsista do Pecs, Ana Schramm, o evento “promoverá a reflexão de como a ciência contribui para o desenvolvimento social e para a cidadania através da educação e mostrará, por meio de exposições, uma vitrine de ferramentas e atividades lúdicas de popularização da ciência”.

 

A programação prevê a realização de mesas redondas, com a participação dos pesquisadores da Fiocruz Bahia Marcos Vannier e da coordenadora do Pecs, Luciana Sepúlveda, além de representantes da Embrapa e do Museu de Ciência e Tecnologia de Brasília, do diretor do Departamento de Popularização e Difusão da Ciência e Tecnologia do Ministério de Ciência e Tecnologia, Douglas Falcão, do doutor em Física e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ildeu de Castro Moreira, que acabou de receber o Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica do CNPq e desenvolve atividades nas áreas de ensino de física e divulgação científica.

 

A VII Jornada é voltada para pesquisadores, professores, estudantes e profissionais de Museologia, gestores de educação e das instituições de pesquisa e de ciência e tecnologia.

 

Além dos debates, serão realizadas, ao longo do dia, atividades interativas do Museu de Ciência e Tecnologia de Brasília e Instituto de Física/UnB e exposições como o Planetário Itinerante e Paisagens Cósmicas – Da terra ao Big Bang, composta por painéis com fotos do universo que remetem os visitantes a uma viagem até o Big Bang. O conteúdo descritivo conduz o participante a descobertas sobre o mundo científico. “É uma maneira de os estudantes aprenderem conceitos de física e compreenderem os fenômenos da ciência de forma interativa”, ressalta Ana Schramm.

 

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui

 

Confira a programação

 

Por Nathállia Gameiro

<-Voltar