Primeira fase da Campanha contra o sarampo segue até 13 de março

O sarampo é uma doença com um alto potencial de transmissão. E tem na vacina a sua única forma de proteção. Por isso, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) reforça a importância de manter o esquema vacinal em dia e aderir a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo que tem como foco crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade.

A ação segue até 13 de março, sexta-feira, e pretende atingir aqueles que não têm nenhuma dose da vacina ou estão com o esquema vacinal incompleto. São necessárias duas doses para garantir a proteção contra o sarampo, desde que, ambas tenham sido realizadas após os doze meses de vida. A imunização está disponível em todos os postos de saúde do Estado.

Casos e transmissão

A transmissão do sarampo acontece através de gotículas de pessoas doentes ao espirrar, tossir, falar ou até através da respiração, que mantêm contato com outras pessoas sem imunidade. Em algumas regiões do País, ainda há forte presença e circulação do vírus. Por isso é tão importante a adesão  à campanha.

No Ceará, em 2019, 285 casos de sarampo foram notificados. Destes, nove foram confirmados. Neste ano, até 04 de março nenhum caso da doença foi confirmado.

Segunda fase da campanha

A segunda etapa da Campanha do Ministério da Saúde começa no dia 16 de março e vai até o dia 30 de abril. Nesta fase, serão imunizadas pessoas com idade entre 30 e 59 anos. A ação faz parte de uma estratégia nacional do Ministério da Saúde (MS) para impedir a transmissão do sarampo e eliminar a circulação do vírus.

<-Voltar