Representantes da SES-MG participam de seminário em Uberlândia sobre Planificação da Atenção à Saúde

Crédito: Marcus Ferreira

 

Teve início nesta quarta-feira (07/08), no auditório da Prefeitura de Uberlândia, o Seminário do Centro Colaborador de Planificação da Atenção à Saúde (PAS), realizado em parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Uberlândia e o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass).

Ao longo do encontro, que seguirá até a próxima sexta (09/08), serão apresentados e discutidos os processos de trabalho implantados no município, por meio da metodologia da PAS, que em Uberlândia recebe o nome de Qualifica SaUDI, desenvolvida pelo Conass.

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, destacou a importância de prestigiar o evento e aprender com Uberlândia. “Todos já sabemos dos desafios financeiros que se apresentam atualmente. Por isso, é tão importante a união entre todos os entes, para que possamos continuar melhorando os serviços e estruturas de saúde”, afirmou.

Objetivos iniciais

Crédito: Marcus Ferreira

Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva falou também sobre os objetivos assumidos com a saúde pública mineira no início de sua gestão: regularizar os repasses pertinentes à Urgência e Emergência e melhorar os níveis de abastecimento dos itens da Assistência Farmacêutica.

“Do ponto de vista da Urgência e Emergência, adotamos a política de pagar o equivalente a um mês a todos os seus programas e estamos fazendo isso regularmente desde maio. Já com relação à Assistência Farmacêutica, de acordo com o último relatório da SES-MG, já estamos com 77% de abastecimento, com tendência a passar de 80% ainda nesta semana.

Organização dos trabalhos

O subsecretário de Políticas e Ações em Saúde da SES-MG, Marcílio Dias Magalhães, também destacou a relevância do evento. “Além de aprender com o município que já desenvolve esse projeto, o seminário também é importante para fortalecer a convicção quanto ao que se pretende fazer em relação aos demais municípios do Estado de Minas Gerais”, frisou.

Já para a superintendente de Atenção Primária à Saúde da SES-MG, Daniele Lopes Leal, o projeto representa um processo de organização de trabalho e mudança de paradigma da lógica de organização do serviço, que se inicia justamente na Atenção Primária à Saúde. O objetivo é ocupar-se de todo o processo de trabalho de uma rede para uma determinada linha de cuidado, mas fazendo a integração da Atenção Primária para a Atenção Especializada e Atenção Hospitalar. “Toda essa mudança tem início justamente com foco na Atenção Primária, o que é muito importante, pois dá coordenação e ordenação à rede”, explicou Daniele Lopes Leal.

A assessora técnica do Conass, Maria José Evangelista, destacou o desafio de tirar os projetos do papel e fazê-los acontecer, tendo em vista a relevância do trabalho desempenhado pela Atenção Primária na saúde pública. “Por isso estamos aqui, com facilitadores e consultores do Conass, com o objetivo de aprender para levar para o restante do país”, disse.

De acordo com a superintendente da Regional de Saúde de Uberlândia, Gilda Pires de Carvalho, o município é um espelho para todo o estado, sendo indispensável reconhecer o trabalho de todos os envolvidos nesse projeto.

Já o secretário Municipal de Saúde de Uberlândia, Gladstone Rodrigues da Cunha Filho, ressaltou a motivação e entusiasmo com o qual as equipes trabalham, buscando sempre a constante melhora dos serviços ofertados à população do município.

Programação

Dentro da programação do seminário, haverá o acompanhamento de atividades práticas e inovadoras, com ênfase na saúde do idoso, que estão sendo desenvolvidas por meio da Planificação de Atenção à Saúde. São elas: o acompanhamento do Ciclo de Atenção Contínua com idosos Frágeis e Mutirão da Saúde do Idoso.

Clique aqui para acessar a galeria de fotos.

Por Fernanda Rosa

<-Voltar