Respeito & Camisinha: Bloco da Saúde leva mensagem de prevenção para o circuito Beira Mar no Carnaval do Maranhão

Bloco da Saúde no Circuito Beira Mar (Foto: Márcio Sampaio)

Em sua terceira edição, o Bloco da Saúde puxou a folia no último fim de semana do Pré-Carnaval do Maranhão, na Avenida Beira Mar. Com distribuição de preservativos e géis lubrificantes, a iniciativa organizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) orientou os brincantes quanto a prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), como HIV/Aids e sífilis.

Com o tema “Nesse carnaval não pode faltar: Respeito & Camisinha”, servidores e profissionais da saúde deixaram o recado aos brincantes. “A diversão precisa ser consensual e o cuidado mútuo, por isso a mensagem levada aos foliões é que o uso do preservativo deve ser inegociável e, sob nenhuma circunstância, o assédio deve ser tolerado”, comentou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Para a chefe do Departamento de Atenção às IST/AIDS e Hepatites Virais, Jocélia Frazão, o Bloco da Saúde é uma das estratégias usadas pela SES para levar a mensagem de prevenção à população. “Buscamos fortalecer os serviços de cuidados e proteção durante as festas populares, em especial esta, que é uma das mais aguardadas no calendário nacional e também dos maranhenses”, disse.

Jonson Sousa, de 29 anos, elogiou a iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde. “É importante demais trazer ao público a necessidade de se prevenir não só contra a gravidez, mas também das doenças sexualmente transmissíveis”, destacou o jovem.

Luciana Freitas, de 39 anos, também esteve no circuito da folia. Para ela, o trabalho de conscientização deve alcançar principalmente os mais jovens. “O jovem hoje em dia só quer saber de cair na folia e o principal, que é proteção, deixa em segundo lugar”, observou.

Além de alertar para os cuidados contra as doenças que podem ser contraídas por meio de relação sexual sem proteção, o Bloco da Saúde também incentivou as pessoas a realizarem o teste rápido para detecção do vírus HIV e sífilis, disponíveis nas unidades básicas de saúde.

Continuidade

A Secretaria de Estado da Saúde levará a campanha para os terminais de passageiros, circuitos da folia da capital e interior, sambódromo e Lava Pratos.

Fonte: SES/MA

<-Voltar