Reunião debate ações de saúde para Copa 2014

Três milhões de turistas nacionais e 600 mil internacionais. Essa é a expectativa do número de pessoas que vão passear pelo Brasil durante a Copa do Mundo de Futebol de 2014. E para discutir os desafios que o País vai enfrentar durante o período com relação às ações de saúde, está sendo realizada, em Brasília, a V reunião da Câmara Temática de Saúde para o evento.

Na manhã de abertura da reunião, o coordenador das Câmaras Temáticas da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, Joel Benin, detalhou os motivos que levaram o Brasil a querer sediar os jogos. “Com a Copa nós vamos aperfeiçoar os instrumentos de gestão e transparência e promover o País no mundo. Nós vamos mobilizar o País e, assim, gerar um salto de qualidade nos serviços, modernizando a infraestrutura brasileira”, ressaltou Benin.

O secretário-executivo adjunto do Ministério da Saúde e coordenador da Câmara Temática de Saúde, Adriano Massuda, apresentou os desafios da área. “Daqui para frente, nós temos que realizar algumas ações pré-evento, como preparar nossos profissionais para fazer atendimento bilíngue, por exemplo. Vamos pensar também no trabalho que será realizado durante a Copa, como fazer intervenções de controle sanitário em portos, aeroportos e fronteiras; elaborar informativos para turistas e população; e organizar ações de saúde dentro dos estádios”, explicou Massuda.

 

 

 

 

Fonte: Blog da Saúde

Foto: Luis Oliveira – Ascom/MS

<-Voltar