Rio de Janeiro – Auto de Natal encerra projeto Plateias Hospitalares-2013 nas unidades estaduais

Parceria com a ONG Doutores da Alegria, a ação faz parte da política de humanização do atendimento nos hospitais do Governo do Estado

Maria, José, os três Reis Magos e até o menino Jesus estão lá. O burro, o bode e a cabra também. A temporada de Natal do projeto Plateias Hospitalares – parceria da Secretaria de Estado de Saúde com a ONG Doutores da Alegria – começou esta semana com o Auto de Natal do Bando de Palhaços. A sequência de apresentações teve início na terça-feira (03/12), no Hospital Estadual Tavares de Macedo, em Jacarepaguá, e se estende até o dia 12/12.

Pelas mãos do Bando de Palhaços, a tradicional encenação natalina ganha humor, o que tem arrancado risadas de pacientes, acompanhantes e funcionários das unidades por onde o cortejo já foi apresentado.

– Somos palhaços brincando de fazer um Auto de Natal – explica Tiago Quites, da equipe da ONG Doutores da Alegria e responsável por encarnar o anjo narrador da história.

O Auto de Natal encerra mais um ano do projeto Plateias Hospitalares nos hospitais estaduais. A apresentação acontece em formato de cortejo, com trechos da história do nascimento de Jesus encenados nas enfermarias das unidades.

– Como falamos para um público muito distinto, que vai de crianças a idosos e gente de todas as religiões, optamos por não explorar os ícones religiosos. Contamos a história do nascimento de um menino especial e importante para o mundo inteiro – completa Tiago.

Apresentações do Auto de Natal foram:

09/12 (segunda-feira) – Hospital Estadual Eduardo Rabello (Campo Grande) – 14h
10/12 (terça-feira) – Hospital Estadual Hospital Estadual Rocha Faria (Campo Grande) – 14h
11/12 (quarta-feira) – Hospital Estadual Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (Duque de Caxias) – 14h
12/12 (quinta-feira) – Hospital Estadual Hospital Estadual Santa Maria (Jacarepaguá) – 14h

Plateias Hospitalares – Na etapa 2013, participaram do projeto as seguintes unidades: Hospital Estadual Rocha Faria, Hospital Estadual Santa Maria, Hospital Estadual Tavares de Macedo, Hospital Estadual Azevedo Lima, Hospital Estadual Adão Pereira Nunes e Hospital Estadual Alberto Torres e Hospital Estadual Eduardo Rabello. A programação foi formada por espetáculos selecionados pela ONG por meio de edital. As apresentações aconteceram uma vez por mês em cada unidade.

Os artistas selecionados fazem adaptações de linguagens, cenário, música, sempre levando em conta o espaço em que o trabalho será apresentado e o público. Para as unidades que não contam com teatro, por exemplo, é escalado o grupo Bando de Palhaços, com seis artistas que visitam os pacientes leito a leito. Seja em cima de um palco ou percorrendo as enfermarias, os artistas nunca passam despercebidos, despertando emoções e, em alguns casos, influenciando na melhora de quem está internado.

– Este ano foi importante para consolidar a nossa linguagem. Experimentamos o cortejo e deu certo, pois assim conseguimos chegar a quem não pode sair do leito. Também estamos mais íntimos dos espaços dos hospitais e isso é muito importante para nós e para os pacientes – avalia Camila Nhary, atriz do Bando de Palhaços.

Edital vai escolher novos grupos – A ONG Doutores da Alegria está com edital de seleção de artistas aberto para os interessados em participar do Projeto Plateias Hospitalares em 2014. As inscrições estão abertas até 28 de fevereiro e serão selecionados grupos, companhias e artistas sediados no estado do Rio de Janeiro com projetos nas áreas de Artes Cênicas, Música e Dança. O edital completo está disponível aqui: http://doutoresdaalegria.org.br/download/Edital2014_PlateiasHospitalares.pdf

Foto: Maurício Bazílio


Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
ascom.saude.rj@gmail.com
(21) 2333-3717 / 2333-4029
Twitter: @SaudeGovRJ
www.saude.rj.gov.br

<-Voltar