Roraima – Gestores discutem importância das Ouvidorias

Gestores discutem importância das Ouvidorias

Nesta terça-feira, 11, prefeitos, secretários municipais de saúde e futuros ouvidores, bem como os gestores em nível de coordenação das unidades de saúde, participam do 1º Seminário de Ouvidoria do SUS em Roraima. O evento acontece de 8h às 18h, no auditório Jaber Xaud, no Sesc Mecejana.

Realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), o seminário tem objetivo de sensibilizar sobre a importância das Ouvidorias no Sistema Único de Saúde como canal de comunicação entre gestão e usuário. Em Roraima, apenas os municípios Boa Vista (capital) e Pacaraima têm instalados os serviços.

A ouvidora geral do SUS no Estado, Eleonora Melo da Silva, disse que todos os municípios foram convidados e confirmaram presença. “A expectativa é conscientizar sobre a importância desse canal de comunicação direta com os usuários e fazer com que os municípios implantem nas suas sedes”, disse.

Através desse feedback do cidadão, Eleonora explicou que a gestão toma conhecimento das possíveis falhas nos serviços e assim, pode readequar o que é oferecido. “O SUS é uma conquista da sociedade brasileira, que deve ser transparente e permeável à ampla participação e controle social. Essa é a forma mais democrática de participação, e a partir do que o usuário diz, o gestor adéqua e atende essa demanda”, disse.

Segundo ela, por isso é tão importante que os gestores participem do seminário para que conheçam o que é e como funciona uma Ouvidoria, que deve ser encarada como uma aliada da gestão. “O SUS é uma contrapartida que o Estado oferece ao cidadão, e quem avalia a prestação desses serviços é quem faz uso dele, que precisa”, avaliou.

Para falar sobre as experiências exitosas no âmbito do SUS, confirmaram presença os ouvidores dos estados do Amapá, Piauí, Tocantins e Rio de Janeiro. Além disso, a Coordenadoria Nacional de Ouvidoria do SUS, do Ministério da Saúde, e a Ouvidoria Geral da União, com sede em Boa Vista, estarão no seminário.

ESTADUAL

Na rede estadual, o atendimento para essas demandas está implantado na sede da Sesau, Hospital Coronel Mota, Policlínica Cosme e Silva, Hospital Geral de Roraima, Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth, Centro de Referência da Mulher, Pronto Atendimento Airton Rocha e Pronto Socorro Francisco Elesbão.

Conforme Eleonora, além desses espaços, o cidadão tem outras formas de fazer sua sugestão, reclamação ou denúncia, que são o teleatendimento nacional pelo número 136, por e-mail (ouvidoriasus.rr@gmail.com), site www.saude.rr.gov.br e se preferir, por carta endereçada à Rua Madri, 180 – Aeroporto.

Rebeca Lopes/Sesau
ASCOM SESAU
(95) 2121-0507
www.saude.rr.gov.br

<-Voltar