Roraima – Sesau realiza oficina para prevenção da violência e quedas em pessoas idosas

O evento será entre os dias 24 e 25 de outubro na Universidade Federal de Roraima

Profissionais de saúde que atuam na Atenção Básica dos 15 municípios do Estado vão participar nos dia 24 e 25 de outubro, da oficina de capacitação para Prevenção da Violência e Quedas em Pessoas Idosas. O evento é uma promoção do Núcleo Estadual de Ações Programáticas de Saúde da Pessoa Idosa e acontecerá no auditório da Universidade Federal de Roraima (UFRR).

O objetivo da oficina é qualificar os profissionais para trabalharem com a população idosa do Estado. A gerente do Núcleo, Mária Souza Cruz, explica que a intenção é reunir cerca de 100 pessoas, entre elas alguns profissionais da assistência social  e das áreas da média e alta complexidade. “É um tema recorrente e de suma importância, já que além de aplicar os ensinamentos, estes profissionais também atuarão como multiplicadores, repassando informações aos familiares dos idosos”, ressalta.

No primeiro dia da oficina serão abordados temas como a Política Nacional de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa, Síndromes Geriátricas – Fragilidade, Instabilidade Postural e quedas, além de uma plenária para discutir propostas que subsidiem a implementação de políticas locais que visem prevenção de osteoporose, quedas e propostas sugeridas pelos gestores.

No segundo dia, (24), o tema principal será o enfrentamento da violência contra a pessoa idosa debatendo as questões dos direitos da pessoa idosa, a atuação do Estado, conscientização e o combate à violência.

DADOS

Para prevenir fraturas em idosos devido às quedas, o Estado intensificou as ações de educação em saúde, e como consequência, diminuiu o número de atendimentos ambulatoriais na especialidade de ortopedia. Em 2010, foram 3.101 atendimentos e 2.374 no ano seguinte. Redução de pouco mais de 23%. As informações são do Núcleo Estadual de Ações Programáticas de Saúde da Pessoa Idosa (NAPSPI).

Além disso, a incidência de quedas de pessoas idosas no ambiente doméstico reduziu, e com isso o número de internações nas unidades de saúde também baixou 33,34% se comparar os dados dos dois últimos anos. O número de idosos internados em decorrência de acidentes no ambiente familiar caiu de 15 em 2010, para 10 em 2011.

Aline Jimenez/Sesau
Foto: Ascom/Sesau
ASCOM/SESAU (95) 2121-0507

<-Voltar