Secretaria de Saúde capacita médicos e enfermeiros sobre manejo clínico da dengue e Chikungunya

Como parte das ações de combate a arboviroses, a Secretaria de Estado de Saúde tem realizado uma série de cursos de atualização em Manejo Clínico da Dengue e Chikungunya para profissionais de Saúde em Mato Grosso do Sul.

Os mais recentes foram realizados em 30 e 31 de janeiro e contou com a presença de cerca de 300 médicos e enfermeiros. O curso teve três turmas e foi ministrado pelo médico infectologista Hilton Luís Alves Filho (Fiocruz/UFMS). “Ao longo das duas últimas décadas, os profissionais de saúde de Mato Grosso do Sul adquiriram grande experiência no manejo clínico da dengue. Assa experiência acumulada sinaliza que temos competência profissional para lidar com o atual cenário”, disse.

Durante o curso, a gerente técnica de Influenza e vírus respiratórios, Lívia de Mello Almeida Maziero, explicou sobre o novo coronavírus e apresentou a nota técnica elaborada pela SES orientando sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames.

A diretora Geral de Vigilância em Saúde, Larissa Castilho, destacou que as capacitações fazem parte das ações do Governo do Estado  no enfrentamento contra dengue e chikungunya neste período de alta incidência do mosquito Aedes aegypti, vetor das doenças. “Nossa intenção é que os profissionais da saúde possam dar o melhor atendimento aos pacientes que contraírem essas doenças”, completou.

Em dezembro, a SES ministrou a mesma qualificação para profissionais da área de saúde das prefeituras de Campo Grande, Coxim, Cassilândia, Corumbá, Ribas do Rio Pardo, Maracaju e Anaurilândia.

Nesse ano, Mato Grosso do Sul registrou 6.126 notificações de casos suspeitos de dengue, 1.344 casos confirmados e seis óbitos confirmados. O Estado possui 27 municípios com alta incidência de notificações.

Texto: Airton Raes

Foto: Divulgação

<-Voltar