Secretário lança iniciativas para a redução da mortalidade materna e infantil no Estado

O Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, lança, no 2º dia (27/02) do Encontro Estadual de Saúde, que acontece em Belo Horizonte, um conjunto de iniciativas voltadas para a redução da mortalidade materna e infantil no Estado.

Na ocasião será assinada a deliberação que autoriza o incentivo financeiro aos agentes comunitários e técnicos de saúde, responsáveis por identificarem mães para o Projeto Mães de Minas. Também será assinada autorização de liberação de recursos do Tesouro estadual para a construção, reforma e aquisição de equipamentos para mais de 150 novos leitos de UTI Neonatal.

Serão lançados o Programa de Controle da Toxoplasmose Congênita; o curso de Formação, Mobilização e Articulação dos Meios de Comunicação Comunitário e o Portal Rede Mães de Minas. Haverá também entrega das chaves de veículos destinados às Casas de Apoio à Gestante e do enxoval e da Pasta da Gestante e da Cartilha do Pai.

Óbito catastrófico
Durante a cerimônia, o secretário irá informar que a partir de agora todo óbito infantil ou materno que ocorra no estado terá notificação compulsória e será classificado como óbito catastrófico.

Esta nova metodologia tem como objetivo reduzir a mortalidade materna e infantil. Com isso, o estado vai passar a acompanhar mais de perto cada morte.

Com este controle maior das causas que levaram à morte, é possível atacar as causas na origem e evitar os óbitos das mães e bebês.

DATA: 27 de fevereiro de 2013 (quarta-feira)
HORÁRIO: 14:00 horas
LOCAL: EXPOMINAS/Auditório
Av. Amazonas, 6.030 – Gameleira / Belo Horizonte – MG

SES – Secretaria de Estado de Saude de MG
Foto:internet

<-Voltar