Seminário da SES-GO capacita profissionais de saúde da capital e do interior

“O momento do parto é único e a mãe é a protagonista da história. Cabe ao profissional de saúde o amparo para garantir integralmente os direitos em todas as necessidades da mãe e do bebê”.  Com essa explanação, Damiana Aparecida Andrade de Carvalho Moreira, gerente de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (SPAIS-SES-GO), deu inicio ao Seminário de Sensibilização de Profissionais de Saúde da Atenção Neonatal e Infantil no Âmbito da Rede Cegonha, no Augustus Hotel em Goiânia.

Durante dois dias um grupo de cinquenta profissionais da saúde de hospitais públicos e filantrópicos que são referência no Estado de Goiás recebem orientações sobre as boas práticas de assistência neonatal, dos programas para assistência à saúde infantil (crianças até um ano), da Estratégia  Amamenta e Alimenta Brasil e da Assistência Integral às Doenças Prevalentes na Infância (AIDPI).

Assistência humanizada
O Seminário é uma promoção da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), através da Superintendência de Política de Atenção Integral à Saúde –SPAIS. Segundo Damiana Aparecida, o resultado prático do evento é a mobilização de profissionais para implementar mudanças de atitudes que garantam assistência humanizada para a mãe a criança.

Na programação do Seminário várias palestras. Entre os temas a bem sucedida Iniciativa do Hospital Amigo da Criança, que incentiva o aleitamento materno desde o nascimento, o calendário básico de vacinação do recém- nascido e a Triagem Neonatal.  Maria Bárbara Franco Gomes, neonatologista do Hospital Materno Infantil e da Maternidade Dona Iris, falou sobre os temas: Transporte seguro e Método  Canguru, que recomenda o contato pele a pele entre a mãe e o recém-nascido de baixo peso, permitindo que os pais participem mais do cuidado ao bebê.

A neonatologista citou vários benefícios do Método Canguru, entre eles, melhor relacionamento da família com a equipe de saúde, aumento do vínculo mãe-filho e menor permanência hospitalar. “O Seminário permite aprofundamento em temas relevantes em relação à humanização das ações programadas pelo Ministério da Saúde. Os profissionais saem seguros para colocar em prática o aprendizado e as recomendações”, acredita Maria Bárbara.

Sebastião Leite, assessor temático do Ministério da saúde, abordou o tema Política de Atenção à Saúde Materno Infantil, enfatizando as ações que o MS vem implementando nos estados e municípios.  Segundo o assessor , as ações previstas no programa Rede Cegonha visam qualificar, até 2014, toda a rede de assistência, ampliando e melhorando as condições para que as gestantes possam dar à luz e cuidar de seus bebês de forma segura e humanizada.

SES/GO

<-Voltar