SES é premiada por trabalho de investigação e controle de surto em presídio

 

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) foi premiada, este mês, com o segundo lugar por trabalho de investigação e controle de surto realizado em presídio no município de Manhumirim.  Executado pela equipe de campo da SES-MG entre os meses de junho a agosto, o trabalho foi premiado na categoria pôster comentado durante o 12º Encontro Científico Internacional do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS), que aconteceu em Brasília nos dia 29 e 30 de outubro.

“Quando em junho deste ano foram notificados casos de covid-19 em um presídio no município Manhumirim, uma equipe de técnicos da SES-MG se deslocou para o local para realizar uma investigação epidemiológica. O objetivo era confirmar a ocorrência do surto, descrever o evento, e propor recomendações para mitigar e controlar a situação”, explica a referência técnica da SES-MG, Fernanda da Silva Barbosa, que atua na Coordenação de Doenças e Agravos Transmissíveis (CDAT).

Segundo Fernanda, foi necessário atuação rápida e conjunta, envolvendo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), o Departamento Penitenciário de Minas Gerais (DEPEN-MG), a Superintendência de Humanização do Atendimento (SHUA), a Superintendência Regional de Saúde de Manhuaçu, o Corpo de Bombeiros e a equipe da SES-MG. “Recomendamos monitoramento diário de sintomas dos trabalhadores e internos; isolamento dos sintomáticos e contatos, orientado por dados clínicos e resultados laboratoriais; e reforço das medidas de prevenção e controle do covid-19. Houve casos nos quatro blocos do presídio. Porém, as medidas adotadas permitiram conter o surto e evitar óbitos das pessoas privadas de liberdade e dos funcionários”, explicou.

Além da Fernanda Barbosa, participaram da experiência premiada Nara Lucia Carvalho da Silva, Daniel Ferreira Diniz Cançado, Eva Lídia Arcoverde Medeiros, Jôber Gabriel de Sousa, Juliano Estanislau Lacerda, Leonardo de Assis Freitas Velloso, Yasmin de Oliveira Martins Fernandes, Tânia Maria Marcial Amaral. No mês de abril de 2020, a SES-MG já havia publicado Nota Técnica que trazia a definição de surto e as medidas necessárias de contenção no intuito de trabalhar de forma oportuna casos como o ocorrido em Manhumirim.

EpiSus

O programa, implantado no Brasil em março de 2017, foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde em parceria com a Rede de Programas de Treinamento em Epidemiologia de Campo e Intervenções em Saúde (TEPHINET), o Centers for Disease Control and Prevention (Atlanta/EUA) e as Secretarias Estaduais e o Distrito Federal. Trata-se de iniciativa que visa implantar um modelo piramidal de treinamentos em epidemiologia de campo, com três níveis: Fundamental, Intermediário e Avançado. É um treinamento em serviço, com enfoque predominantemente prático no aprimoramento das habilidades do profissional em seu contexto de atuação.

O objetivo do treinamento é qualificar as ações realizadas pelos profissionais que atuam em Vigilância em Saúde, fortalecendo a capacidade de enfrentamento aos problemas relacionados às ações da área e de resposta ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Premiados no EpiSUS

  • Nara Lucia Carvalho da Silva: referência técnica do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Minas/SES-MG)
  • Daniel Ferreira Diniz Cançado: acadêmico de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais
  • Eva Lídia Arcoverde Medeiros: coordenadora da Sala de Situação da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SES-MG)
  • Jôber Gabriel de Sousa: secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP)
  • Juliano Estanislau Lacerda: superintendência Regional de Saúde de Manhuaçu (SES-MG)
  • Leonardo de Assis Freitas Velloso: referência técnica do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde CIEVS Minas/SES-MG)
  • Yasmin de Oliveira Martins Fernandes: acadêmica de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais
  • Tânia Maria Marcial Amaral: referência técnica do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Minas/SES-MG).

 

Fonte: Ascom Secretaria de Saúde de Minas Gerais

<-Voltar