SES vai reunir gestores, trabalhadores e autoridades no I Seminário do PlanificaSUS

 

Na manhã da próxima sexta-feira, 13, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) estará realizando o I Seminário Estadual do PlanificaSUS, no Hotel Delmar, para um público estimado em 500 pessoas. O objetivo do evento é o de prestar contas à sociedade sergipana, aos gestores e aos órgãos fiscalizadores e de controle, do que se fez até agora desde a implantação do projeto, em julho do ano passado. Serão apresentandos os avanços já construídos nas duas Regiões de Saúde que receberam o Planifica que são Lagarto e Itabaiana. Juntas, agregam 20 municípios do Estado.

Devem participar do evento o governador Belivaldo Chagas, o secretário de Estado da Saúde (SES), Valberto de Oliveira, prefeitos, secretários municipais de Saúde, representantes da Assembleia Legislativa de Sergipe, Ministérios Público Federal e Estadual, Tribunal de Contas e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) em Sergipe, além dos tutores e trabalhadores das unidades-laboratório das Regiões de Itabaiana e Lagarto, bem como coordenadores de Atenção Primária à Saúde e de Vigilância em Saúde, segundo informou o diretor de Atenção Integral à Saúde, João Lima.

“Esse primeiro seminário tem foco no fortalecimento do projeto no Estado, por isso vamos apresentar dados técnicos do quanto avançamos em sete meses de Planifica e, na oportunidade, o secretário Valberto de Oliveira entregará aos 20 prefeitos e aos 20 secretários de Saúde de Itabaiana e Lagarto relatório das equipes técnicas, planos de ação construídos para cada município e o status de como se encontra cada um deles dentro do projeto”, assinalou Lima.

O seminário vai trazer a Sergipe três referências nacional para palestrarem sobre a importância da Organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Rede com a Atenção Primária (PlanificaSUS). São eles: o professor e doutor Eugênio Vilaça, responsável por toda base teórica do PlanificaSUS, com a discussão da construção social da Atenção Primária à Saúde e do trabalho em rede da Atenção Ambulatorial Especializada com a Atenção Primária à Saúde, bem como do fortalecimento da Atenção Primária à Saúde como coordenadora dessa rede.

A segunda palestrante é a doutora Zélia Soares Lins, médica e membro do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde (Conass) que está no projeto da planificação desde o seu início e a terceira oradora é a endocrinologista Emanuella Vital, que trará a experiência de trabalhar os modelos tradicional e planificado.

“Ela fará um comparativo entre o serviço tradicional e o planificado, evidenciando o que a gente consegue para a saúde do usuário quando se tem o olhar ampliado proposto pelo projeto ”, informou a integrante do Grupo Executor do PlanificaSUS na SES e tutora da Atenção Primária à Saúde no projeto, Fernanda Aragão, salientando que a endocrinologista atuam nos dois ambientes: em ambulatório tradicional (centrado no médico) e no Centro de Atenção ao Diabético e Hipertenso do Distrito Federal, onde trabalha o modelo planificado (o usuário passa pelo circuito de cuidado multiprofissional e interdisciplinar).

A coordenadora da Rede de Atenção à Saúde da SES, Maria do Socorro Xavier Silva, salientou que o seminário representa um marco para a saúde em Sergipe. “Além de ter o objetivo de prestar contas do que estamos fazendo, pretendemos também somar esforços para  expandir o projeto para todas as sete Regiões de Saúde como quer o governador”, declarou a coordenadora, informando que o projeto trabalha no primeiro momento a linha de cuidados Materno-Infantil. “Constatamos que a partir de 2017 cresceu muito a mortalidade de mamães e seus bebês. “O governo não quer que isso continue e estamos trabalhando para mudar esse cenário”, reforçou.

Fonte: Ascom SES/SE

<-Voltar