SES/MG – Municípios mineiros fazem Dia de Mobilização contra a Dengue

Foto: SEGOV/Divulgação.

Governo do Estado se une a prefeituras e Governo Federal para realizar ações de combate ao mosquito

Vinte e dois municípios de Minas Gerais realizaram neste sábado (13/2) ações em parceria com o Exército e Aeronáutica de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor dos vírus que transmitem a dengue, chikungunya e zika. Mais de 11 mil homens e mulheres das Forças Armadas entregaram material informativo, entre eles o checklist da Campanha 10 Minutos contra a Dengue, e conversaram com moradores sobre a importância de eliminar qualquer foco do mosquito e evitar a proliferação das doenças. No Brasil, a força-tarefa contou com mais de 220 mil pessoas em 350 municípios.

Em Belo Horizonte, a ação foi no Centro de Saúde São José Operário, no Bairro Nova Vista, região Leste da capital, e teve a presença do Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, do secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, que representou o governado Fernando Pimentel, da secretária-adjunta de Estado de Saúde, Alzira de Oliveira Jorge, e do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, entre outras autoridades. Juntos, eles visitaram três residências da região e conversaram com moradores.

O ministro Nelson Barbosa reforçou que o país está em campanha permanente e unindo todos os esforços para combater o mosquito transmissor das três doenças. “É interesse nacional e precisamos unir todas as esferas de atuação. Nós podemos combater essa epidemia. Estamos estudando a vacina, informando a população para que cada um faça sua parte e prestando assistência às pessoas afetadas, inclusive crianças e gestantes”, afirmou. Ele garantiu que não faltarão recursos para as ações de combate.

O secretário Odair Cunha convocou a população a participar do mutirão e a se dedicar um curto tempo por dia para verificar os possíveis focos do mosquito em casa. E reafirmou o compromisso feito pela Secretaria de Estado de Saúde de visitar todas residências do Estado até o fim do fevereiro. Até o último dia 5, 67,7% dos imóveis do Estado haviam sido vistoriados por agentes comunitários de saúde e agentes de endemias.

“O Governo do Estado se soma nesse esforço importante para enfrentar o problema grave que temos hoje no Brasil e no mundo. A visitação às residências é fundamental e precisamos de uma parceria permanente da sociedade para interromper o ciclo de vida do mosquito. Se nós nos esforçarmos para que todos sejam agentes de combate ao mosquito venceremos essa guerra. Tenho certeza que a sociedade está se empenhando nessa luta que começa dentro de casa”, afirmou Odair Cunha.

O secretário reforçou uma ação importante do Governo do Estado: o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. Entre as várias ações do Comitê, citou a parceria com as empresas públicas Copasa e Cemig, órgãos que também têm feito ações junto à população para combater o mosquito.

Criado em dezembro de 2015, o comitê se reúne semanalmente por meio da Sala Estadual de Comando e Controle e já realizou encontros com as novas diretoras e diretores de escolas estaduais do Estado, Ministério Público, Exército, prefeitos dos municípios em situação mais crítica e se prepara para realizar, no próximo dia 24, uma grande reunião entre todos os prefeitos e secretários municipais de saúde de Minas Gerais. Além disso, o Governo do Estado liberou R$ 66 milhões em recursos para os municípios investirem na assistência, mobilizações, reforço na contratação de agentes e nas ações de vigilância.

A secretária-Adjunta de Saúde, Alzira de Oliveira Jorge, disse que a previsão de recursos para ações de vigilância e na assistência ao paciente é de R$ 82 milhões para 2016. Assim como o ministro Nelson Barbosa, ela afirmou que o combate ao vetor é uma prioridade do Estado e recursos não irão faltar para evitar a disseminação das doenças. “Todas as regionais de saúde estão trabalhando para enfrentar essa situação de gravidade que estamos vivendo”, afirmou.

Minas Gerais registrou até o momento 47.261 casos prováveis de dengue e um caso confirmado de zika vírus. Na última semana, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) passou a fazer todos os exames para detecção do zika vírus no Estado e a expectativa é de que os resultados sejam obtidos mais rapidamente.

Mais informações sobre Dengue, Zika e Chikungunya: www.saude.mg.gov.br/dengue

Crédito: Divulgação/Segov

<-Voltar