Susam anuncia implantação do SAMU para atender a todos os municípios do interior do Estado

SES/AM

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) será implantado nas 26 cidades que fazem parte da Região Metropolitana Ampliada de Manaus, até o final deste ano, passando a dar cobertura a todos os 62 municípios do Amazonas. Atualmente, o SAMU funciona apenas na capital amazonense.

O anúncio da expansão do serviço foi feito nesta quarta-feira (10), pelo secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, durante apresentação no Seminário de Acolhimento de Gestores Municipais de Saúde 2013. O evento, que acontece até a sexta-feira (12), no Diamond Convention Center, em Manaus, reúne gestores da saúde de todos os municípios do Amazonas.

O secretário informou que o SAMU 192 Manaus Metropolitano atuará de forma integrada e sob a coordenação da base instalada na capital amazonense. Segundo Alecrim, a implantação do novo serviço é um projeto que está sendo tratado como prioridade pelo governador Omar Aziz.

Na concepção do SAMU 192 Manaus Metropolitano está prevista a criação de uma sala de estabilização de pacientes graves em cada um dos 26 municípios que compõem a Região Metropolitana Ampliada de Manaus. Nesta sala, será realizado o primeiro atendimento e a equipe do próprio município fará a estabilização do paciente, para que possa ser removido para a capital, onde serão realizados os procedimentos de maior complexidade.

O projeto prevê, também, a disponibilização de Unidades de Suporte Básico Terrestre e Fluvial e Unidades de Suporte Avançado Terrestre, para a remoção de pacientes para as unidades da capital ou para os municípios de referência no interior. Nos municípios que tem ligação por estradas, o transporte será feito em ambulâncias terrestres, e nos outros também serão disponibilizadas as ambulanchas.

Também será disponibilizado o serviço de remoção de pacientes graves com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea. “Nós já temos esse serviço, mantido pelo Governo do Estado, e ele será integrado ao SAMU 192 Manaus Metropolitano, para funcionar de forma regulada e com maior resolutividade”, explicou o secretário Wilson Alecrim.

O secretário ressaltou, ainda, que o novo serviço irá ordenar o fluxo assistencial e disponibilizar o transporte adequado rápido aos moradores de todos os municípios do estado do Amazonas. “Esse serviço vem atender as necessidades identificadas, uma vez que o número de pacientes com traumas graves tem aumentado, devido aos acidentes de trânsito, principalmente, envolvendo as motocicletas. Esses pacientes precisam do acompanhamento especializado oferecido na capital”, afirmou.

No seminário, também foram apresentados aos gestores o andamento da implantação das redes de atenção em saúde no Amazonas, explicando que está sendo dada prioridade para as redes de atenção as urgências e emergências e a Rede Cegonha, cujo objetivo é oferecer um serviço de qualidade as grávidas e seus bebês e diminuir os índices de mortalidade materna e neonatal no país.

Os gestores também receberam informações sobre o programa de Telessaúde, que está implantado nos 61 municípios do interior do estado e através do qual é possível realizar a teleconsultoria em diversas especialidades médicas e os exames de eletrocardiograma, com emissão de laudo pelo Hospital Francisca Mendes, que é a unidade de referência em atendimento de cardiologia no Estado.

Secretaria de Estado de Saúde – SUSAM
Três Comunicação – trescom.am@gmail.com
( 3651-7126 / 3651-8568 / 9116-3591/8409-2926
Comunicação Susam – comunicação@saude.am.gov.br
( 3643-6327 / 9995-1310
twitter: @saudeamazonas
Facebook: Saude Amazonas

<-Voltar