Vacina é a forma mais eficaz de proteção contra a gripe. Vacine-se.

alt
Fotos: Assessoria de Comunicação da Sesa

Com 85 anos de idade, a aposentada Benedita Figueiredo Rodrigues, dá uma lição de promoção da saúde e da vida: “a saúde tem que estar em primeiro lugar. Pra isso, não tem nada melhor do que a vacina, que protege a nossa saúde, principalmente os mais velhos que adoecem com mais facilidade e frequência. A vacina protege tanto que nem lembro a última vez que fiquei gripada”. Ela já se vacinou na manhã desta sexta-feira, 29, no Centro de Saúde Meireles, unidade da rede pública do Governo do Estado onde foi lançada a campanha de vacinação contra a gripe pela Secretaria da Saúde do Estado e a Secretaria da Saúde de Fortaleza. Outra que já está protegida é Luiza Gondim, 3 anos, que foi levada pela mãe, Amanda Gondim, ao Centro de Saúde Meireles. A mãe disse que  “é muito importante deixar a carteira de vacinação da filha em dia”.

alt

O secretário da saúde do Estado, Henrique Javi, que participou do lançamento da campanha da vacinação, disse que “o Ceará quer superar a meta de vacinar 80% da população-alvo para garantir o máximo de imunização para a nossa população”. No ano passado o Estado superou a meta, atingindo 82,20% de cobertura vacinal. Em 2014 a meta também foi superada, chegando a 84,27 de cobertura. “nada é mais eficaz para proteger da gripe do que a vacina”, destacou o secretário. Com a meta de imunizar 80% dos grupos prioritários, o Ceará deve vacinar 1.614.042 pessoas.

alt

Neste sábado, 30, dia de mobilização da campanha em todo o país, haverá vacinação nos postos. O Centro de Saúde Meireles, que fica na Avenida Antônio Justa, 3113, no Meireles, próximo a Escola de Saúde Pública do Estado, também vai vacinar das 8 às 17 horas. A campanha de vacinação vai até o dia 20 de maio nos postos de saúde dos municípios. Em todo o Ceará, devem se vacinar 575.979 crianças de 6 meses a 4 anos, 138.800 trabalhadores da saúde, 96.440 gestantes, 15.853 mulheres com até 45 dias pós parto, 24.555 indígenas, 924.727 idosos a partir de 60 anos, 212.753 pessoas com doenças crônicas, 24.557 adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas  e população carcerária e 3.889 funcionários do sistema prisional em todo o Estado.

alt

O vírus influenza sazonal pode causar infecção branda a grave, inclusive óbito. Pessoas com alto risco de complicações graves incluem gestantes, idosos, crianças com menos de 2 anos, pessoas imunocomprometidas e pessoas com alguma comorbilidade. Existem três tipos de vírus influenza sazonais: influenza A, B e C. Atualmente, influenza A(H1N1), A(H3N2) e B são os subtipos sazonais em circulação. Os vírus influenza tipo C causam infecções mais brandas e estão associados com casos esporádicos. Por não ter impacto na saúde pública, esse tipo de vírus influenza não compõe a vacina sazonal contra influenza. Por recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), a vacina contra a gripe em 2016 protegerá contra Influenza A(H1N1), Influenza A(H3N2) e Influenza B.

alt

A influenza é u

Assessoria de Comunicação da Secretaria da Saúde do Ceará

<-Voltar