Editorial

O ano de 2015 trouxe mudanças importantes no cenário político brasileiro com novos governos estaduais e junto a eles novas equipes gestoras  da saúde.

Acolher os novos secretários, bem como aqueles que estão iniciando um segundo mandato, é uma das missões do CONASS, seja por meio do apoio técnico às Secretarias Estaduais de Saúde, seja por meio da disseminação de informações, produção e difusão de conhecimento, inovação e incentivo à troca de experiências e de boas práticas. Cabe, portanto, à sua equipe técnica, auxiliar os gestores no fortalecimento de sua capacidade de gestão, de forma que as Secretarias cumpram o seu papel estratégico dentro do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para isso, preparamos, para este início de gestão, uma edição da revista Consensus com temas relevantes para o SUS. Temas estes considerados pelo CONASS como fundamentais a serem debatidos, pois implicam diretamente a sustentabilidade e o futuro do Sistema que queremos ter.

Os desafios do fortalecimento da Atenção Primária à Saúde (APS) e a implantação das Redes de Atenção, da gestão e do financiamento, da gerência de unidades públicas de saúde e da judicialização da saúde são abordados na matéria de capa desta edição, que traz a opinião de diversas personalidades e autoridades ligadas ao setor.

A edição n. 14 da revista Consensus apresenta também uma entrevista com o juiz federal Clênio Jair Schulze. Nela, o magistrado fala sobre a judicialização da saúde – um dos desafios indicados pelo CONASS –, e que representa ameaça à sustentabilidade do Sistema, tamanha a sua proporção.

Por fim, apresentamos a opinião do ex-presidente do CONASS, Armando Raggio, sobre o desafio de ser gestor de saúde no Brasil.

Boa leitura!

Voltar ao Topo