Homenagem a Adib Jatene e comemoração dos 35 anos marcam a posse da diretoria do CONASS 2017/2018

“Só se pode oferecer o máximo a alguns se todos tiverem acesso ao básico. Essa era a filosofia do meu pai. Acho, sem falsa modéstia, que é merecido ele receber essa homenagem por todo trabalho que ele fez ao longo da vida”, disse Ieda Jatene, filha do fundador e primeiro presidente do CONASS, Adib Jatene, ao receber uma placa em homenagem a seu pai na noite de comemoração dos 35 anos da instituição.

Na ocasião, também foi lançado o videodocumentário Dr. Jatene um especialista em gente, feito em parceria entre o CONASS, a Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB) e o Núcleo de Estudos em Saúde Pública da UnB.

“Essa homenagem é um agradecimento especial por todo o trabalho e toda a luta do Dr. Jatene, em prol do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirmou o então presidente do CONASS, secretário de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul, João Gabbardo dos Reis, para, em seguida, transmitir o cargo ao secretário de Estado da Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto, em uma cerimônia que contou com a presença de inúmeras autoridades entre prefeitos, deputados e ministros.

Em sua despedida da presidência, Gabbardo agradeceu aos secretários estaduais de saúde pelos dois anos em que os representou como presidente do CONASS e agradeceu também ao corpo técnico da instituição. “Esse Conselho tem contribuído com avanços e enfrentamentos das dificuldades que temos como gestores públicos, principalmente em um momento de tanta dificuldade como o que estamos vivendo”, observou. 

Sobre o novo presidente, Gabbardo enfatizou que a escolha dele para o cargo foi unânime e merecida, uma vez que, no grupo de secretários, ele é o que há mais tempo está no cargo. “Tenho certeza de que ele fará um ótimo trabalho e será um grande presidente para o CONASS, colaborando com todos nós gestores”, disse, despedindo-se. 

Michele Caputo Neto, enalteceu a homenagem prestada ao médico Adib Jatene. “Esta é uma grande noite não pela minha posse, mas sim pelo reconhecimento desse grande homem, profissional de saúde, gestor público e ser humano. Poucos homens conseguirão aquilo que o Jatene conseguiu que é respeito e unanimidade traduzidos em uma luta pela saúde pública”.

Caputo ressaltou ainda a posse de todos os demais integrantes da diretoria do CONASS para a gestão 2017/2018. “É importante dizer que hoje empossamos toda diretoria e não apenas o presidente. O CONASS tem funcionado porque conseguimos altíssimo grau de consenso”, afirmou.

Segundo ele, grande parte do sucesso do Conselho – ao qual adjetivou como sereno, maduro, respeitoso e respeitado – deve-se ao seu grupo de colaboradores e consultores. 

Entre as suas prioridades de gestão, afirmou que dará continuidade ao apoio técnico às secretarias estaduais de saúde, ao fortalecimento da troca de experiências, à promoção de uma agenda de eficiência e inovação no SUS, à planificação das ações para qualificar a Atenção Primária à Saúde e à construção de uma agenda tripartite. 

No entanto, chamou a atenção para uma questão que, segundo afirmou, o perturba como gestor e cidadão: a rotatividade que não acontecia antes e agora acontece com frequência com relação à substituição dos secretários. “Isso está longe de ser normal. Não me preocupa a substituição em si, me preocupa o motivo de os secretários estarem sendo substituídos e/ou saindo por conta própria. Quando o patrimônio, a liberdade e a honra são colocados em risco, muitos gestores optam por sair e lamentavelmente temos visto muitos estados tratando a saúde e seus secretários como moeda de troca para buscar estabilidade política”.

Segundo ele, há muitos problemas, mas há também muitos gestores que tentam fazer o melhor, mas não têm no seu governante uma pessoa que coloque a prioridade da saúde como prioridade de seu governo. “A política pública de saúde em qualquer lugar do mundo, onde as pessoas não estão lutando para sobreviver ou se matando em guerras, é a primeira necessidade. Estive em vários países e em todos eles a saúde é prioridade e em todos há críticas aos sistemas de saúde mesmo naqueles em que temos como modelo ideal”, concluiu.

Apoio de parceiros

O presidente do CONASS, Michele Caputo Neto, recebeu o apoio dos parceiros da gestão tripartite. O ministro de Estado da Saúde, Ricardo Barros, exaltou o apoio do CONASS nas decisões da Comissão Intergestores Tripartite (CIT). “Temos avançado, temos quebrado paradigmas e vamos fazer a diferença. Pode ter certeza que vamos enquadrar a gestão da saúde, porque isso é fundamental para podermos avançar”.

Barros disse contar com o fórum tripartite que, segundo afirmou, tem assumido responsabilidades e cobrado resultados, mas ainda assim precisa avançar mais. Ele agradeceu pela parceria e pela coragem e disposição de mudar. “Todos querem que o SUS melhore, mas quando você propõe qualquer mudança no sistema, todo mundo é contra. Então, evidentemente que não dá para melhorar sem mudar, por isso agradeço a vocês por esse empenho. Vamos a esse desafio. Com esse espírito combativo vamos conseguir romper essa inércia e fazer o SUS melhor”, finalizou.

Mauro Junqueira, presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), parabenizou o secretário de saúde do Paraná e desejou sucesso no desafio. “Tenho certeza da continuidade da parceria entre nós, nesse desafio enorme que temos para continuar na construção do sistema, principalmente nesse momento tão difícil e desafiador para todos nós de fazer mais com menos. Desejo ao Michele e a toda diretoria que acaba de ser empossada toda sorte e dizer que o Conasems está junto para que possamos fazer esse enfrentamento no dia a dia na construção do SUS”, enfatizou.

Junqueira também agradeceu ao ex-presidente Gabbardo pela parceria estabelecida no período em que esteve à frente do CONASS. “Fizemos uma excelente parceria, sempre discutindo, trocando ideias e revendo posições em prol do SUS”.

Já o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Ronald Ferreira, falou da importância do controle social para o SUS e disse estar certo de que o CONASS será um parceiro importante do CNS. “Tenho certeza de que, com essa diretoria, continuaremos a ter o apoio necessário para que essa parte fundamental do sistema, que é a participação da comunidade, seja estruturada. Que consigamos dar continuidade ao desenvolvimento dessa parceria do controle social no sentido de fortalecer o SUS”, concluiu. 

DIRETORIA DO CONASS PARA A GESTÃO 2017/2018

Presidente

Michele Caputo Neto – SES/PR

Vice-presidentes

Região Norte: Vitor Manoel Jesus Mateus – SES/PA

Região Nordeste: José Iran Costa Júnior – SES/PE

Região Sudeste: Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior – SES/RJ

Região Sul: João Gabbardo dos Reis – SES/RS

Região Centro-Oeste: Humberto Lucena Pereira Fonseca – SES/DF

Comissão Fiscal – Titulares

Claudia Luciana de Sousa Mascenas Veras – SES/PB

Henrique Jorge Javi de Sousa – SES/CE

George Antunes de Oliveira – SES/RN

Comissão Fiscal – Suplentes

Marcus Esner Musafir – SES/TO

Carlos Christian Reis Teixeira – SES/AL

Carlos Eduardo de Oliveira Lula – SES/MA

Representante do CONASS na Hemobras

Henrique Jorge Javi de Sousa – SES/CE

Representante do CONASS na Agência Nacional
de Saúde Suplementar

Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior – SES/RJ

René Santos – CONASS (suplente)

Representantes do CONASS no Conselho Consultivo da Anvisa Humberto Lucena Pereira Fonseca – SES/DF

Viviane Rocha de Luiz – CONASS (suplente)

Secretário Executivo

Jurandi Frutuoso Silva

Assista a matéria especial do Canal Saúde, da Fiocruz, sobre a posse da diretoria do CONASS.

Foto: Matheus Oliveira – Agência Saúde

Voltar ao Topo