Universidade de Harvard capacita profissionais brasileiros para a realização de ações em prol da Primeira Infância

Voltado para formuladores de políticas públicas, gestores públicos e representantes da sociedade civil, o Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância tem o objetivo de sensibilizar, capacitar e mobilizar lideranças políticas e sociais para a atuação em defesa da Primeira Infância.

A primeira etapa do programa será realizada na Universidade de Harvard, em Cambridge, nos Estados Unidos, de 19 a 24 de janeiro de 2014, quando os gestores terão uma semana de aula com os mais destacados especialistas no tema.

Em seguida, os alunos serão divididos em grupos e terão três meses de apoio a distância para a elaboração de planos de ação que visem à promoção do desenvolvimento da Primeira Infância em suas respectivas áreas de atuação.

A segunda e última etapa acontecerá no Brasil, em um encontro presencial a ser realizado entre abril e maio de 2014, no qual os participantes apresentam seus planos para análise e discussão. Essa etapa também contempla a apresentação de pesquisas recentes, assim como avaliação e monitoramento de programas e políticas públicas.

Conduzido por um grupo misto de professores americanos e brasileiros reconhecidos nas ciências biológicas, comportamentais, sociais e humanas e de liderança, o programa é uma ação do Núcleo Ciência pela Infância (NCPI), em parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, o Center on the Developing Child, o David Rockefeller Center for Latin American Studies, o Insper Ensino e Pesquisa e a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Mais informações podem ser acessadas no site www.ncpi.org.br.

Experiências Compartilhadas

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) participa do programa, desde a sua primeira edição, em 2012, oferecendo vagas para gestores e técnicos das secretarias de Estado da Saúde (SES), que contemplam a matrícula, todo o material curricular, o alojamento e a alimentação para os dois módulos presenciais e tutoria durante o período de ensino a distância. O custeio das passagens aéreas fica a cargo das SES.

A assessora técnica do CONASS, Alessandra Schneider, ressalta que a troca de experiências é um dos principais aspectos do curso, no qual predomina a participação de atores da saúde e da educação. “A interlocução destes profissionais motiva um debate muito muito rico a respeito da intersetorialidade e de como trabalhar uma série de ações importantes para ambos os setores, preconizadas até mesmo no âmbito federal”, enfatiza. Alessandra explica ainda que a realização dos planos em grupo estimula a elaboração de ações com aplicabilidade concreta, considerando a realidade de cada SES.

Participantes das edições de 2012 e 2013

Ana Elizabeth Andrade Lima – diretora de Gestão do Cuidado (SES/PE)

•Carolina de Vasconcelos Drugg – supervisora do Programa Infância Melhor (SES/RS)

•Ciro Simoni – secretário de Estado da Saúde (SES/RS)

•Corina Batista e Christianny Costa Sena – (SES/AM)

•Diva de Lourdes Azevedo Fernandes – articuladora Saúde da Criança
(SES/CE)

•Eugênio Barros – secretário Adjunto de Estado da Saúde (SES/MS)

•Gisélia Santana Souza, superintendente de Atenção Integral à Saúde
(SES/BA)

•Halim Antonio Girade – superintendente Executivo (SES/GO)

•Márcia Huçulak – superintendente de Atenção à Saúde (SES/PR)

•Rosina Moritz dos Santos – secretária Adjunta de Estado da Saúde (SES/SC)

•Sandra Regina de Souza – coordenadora de Saúde da Criança (SES/SP)

* Com informações do Núcleo de Ciência para a Infância (NCPI)

Matérias Relacionadas

Voltar ao Topo